Windows 10 será lançado até final de agosto, em 190 países


Terry Myerson, vice-presidente da divisão Windows da Microsoft, afirmou ontem em evento na China que o Windows 10 chegará ao mercado no verão do hemisfério norte, ou seja, entre junho e agosto deste ano. Segundo ele, o sistema operacional será lançado em 190 países simultaneamente, e traduzido para 111 idiomas.

Para dar um impulso ao sistema, a empresa firmou contratos com empresas chinesas. A Lenovo, maior fabricante de PCs do mundo, se comprometeu a lançar smartphones com a plataforma e a realizar um programa de atualização entre seus clientes de computadores. A Tencent, rede social com atuação no mercado chinês, vai dar a seus assinantes que usam Windows 7 ou 8.1 a atualização para o Windows 10. Já a Qihu 360, empresa de segurança, vai atualizar os sistemas de seus clientes, também gratuitamente. A Xiaomi, fabricante de smartphones, vai também oferecer degustações a seus usuários.

PUBLICIDADE

A Microsoft também vai lançar, ao mesmo tempo, uma versão gratuita do Windows 10, mais leve, e destinada a equipamentos conectados à internet das coisas. Segundo Myerson, o sistema poderá equipar de caixas eletrônicos a máquinas e ultrassom. Novamente, a companhia fez parcerias na tentativa de garantir o sucesso da plataforma, com a Raspberry Pi Foundation, que produz uma placa aberta capaz de executar funções básicas de computação, e com a Qualcomm, que vai lançar a placa Dragonboard 410C, para desenvolvedores, com conectividade WiFi, Bluetooth e GPS. O Windows 10 também será compatível com o chipset Snapdragon 410.

PUBLICIDADE
Anterior Resource cria a BringTo, voltada para monitoramento e análise de dados
Próximos GSMA cria mercado virtual de serviços de telecom