Warren vai atrás de 200 desenvolvedores para crescer


Tito Gusmão, fundador e CEO da Warren – Crédito: Divulgação

Após três rodadas seguidas de aportes nos últimos três anos, num total de R$ 445 milhões, a Warren prepara-se para ir ao mercado contratar um número expressivo de desenvolvedores e adquirir empresas que deem match com a cultura da companhia, requisito número um no critério de seleção. A Warren tem 450 profissionais, dos quais 25% são sócios.

“Temos dois objetivos: contratar 200 profissionais e fazer aquisições que acelerem nosso crescimento. Há dois focos de interesse: base de clientes e produtos. Há diversas linhas de produtos que queremos entregar. Podemos fazer internamente ou adquirir. Já estamos avaliando mais de 100 empresas e, se tudo der certo, devemos fazer de duas a três aquisições ainda este ano, nos próximos três meses”, sinaliza Tito Gusmão, fundador e CEO da Warren.

Leia a reportagem completa no Digital Money Informe

PUBLICIDADE
Anterior Living App, o markteplace pela TV da Telefónica
Próximos Lei do ES que cria obrigações extras para empresas de banda larga é contestada no STF