PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Infraestrutura

V.Tal dará início a construção de edge datacenter em Porto Alegre

Empresa investe em computação na borda e vai inaugurar seu segundo data center em Fortaleza no início do ano
V.tal vai construir edge data center em Porto Alegre
(Crédito: Shutterstock/Agsandrew)

A V.tal adquiriu um imóvel para comportar um edge data center de 4MW na cidade de Porto Alegre. A estratégia de continuar investindo na ampliação de sua infraestrutura visa atender tantos os clientes locais quanto os que possuem contratos mais amplos e precisam de mais capacidade para atender seus clientes na região. Em Fortaleza, 90% das obras de engenharia já estão concluídas no edge data center na Praia do Futuro que será inaugurado em janeiro.

A V.tal possui atualmente 3 edge data centers em funcionamento localizados em Fortaleza e Rio de Janeiro, no Brasil, e em Barranquilla, na Colômbia. E outros dois em construção em Fortaleza e novamente Baranquilla.

A V.tal possui um plano de expansão de edge data center em diversas regiões do Brasil para atender às realidades localizadas de operadoras, provedores e OTTs e à crescente demanda por experiências em tempo real. “Manter a
hospedagem de conteúdo na borda, ou seja, no local mais próximo possível do uso da aplicação pelo usuário final, é estratégico para as empresas que conseguirão viabilizar a baixíssima latência e a melhor experiência”, explica Cicero
Olivieri, vice-presidente de Engenharia.

Fortaleza

O novo edge data center da V.tal em Fortaleza terá uma capacidade de 4MW e suporte para 400 racks e estará totalmente integrado à CLS (Cable Landing Station)  com redundância de conexão. Quando finalizado o parque totalizará mais de 7 mil m2 de área construída.

Segundo a empresa, a CLS, que já opera desde 2002, é fundamental para toda a internet brasileira. Nela encontra-se o PIX, o ponto de interconexão central no IXP (ponto de troca de tráfego) localizado em Fortaleza, que proporciona a ligação direta entre provedores, permitindo que muitos Sistemas Autônomos (AS) troquem tráfego diretamente. A interligação de diversos AS em um IX, ou Ponto de Troca de Tráfego (PTT), simplifica o trânsito da Internet e diminui o número de redes até um determinado destino.

 

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado