Vodafone processa KPN por prática anticompetitiva


A subsidiária da Vodafone nos Países Baixos entrou na Justiça holandesa contra a KPN. Acusa a KPN de dificultar o acesso da Vodafone à rede nacional, impedindo o lançamento de novos serviços de TV, banda larga e telefonia fixa.

A KPN é uma concessionária, antiga estatal. Opera a única rede do país de alcance nacional, o que torna as concorrentes que desejarem oferecer serviços por rede fixa suas dependentes. Ao mesmo tempo em que não entregou os serviços contratados pela Vodafone, a KPN lançou produtos similares. Pelos cálculos da Vodafone, isso significou uma perda de pelo menos 400 mil clientes este ano, deixando de ganhar € 115 milhões.

A iniciativa de ir à Justiça acontece em outros países. O Grupo Vodafone entrou também neste mês com ação na Irlanda, juntamente com as operadoras Sky, BT e Magnet, contra concessionária Eir por conta dos tempos de reparo na banda larga fixa e telefonia fixa. Os processos ainda não tem data para serem julgados. (Com agências internacionais)

PUBLICIDADE
Anterior Gastos em IoT chegarão a US$ 1,3 trilhão em 2019
Próximos Governo estuda distribuir conversor sem Ginga