Vodafone pode vender suas torres na Europa


O novo CEO do Vodafone Group, Nick Read (foto), revelou que está estudando a venda dos ativos de torres móveis da empresa para reduzir uma dívida de € 31 bilhões de euros. Ele vai assumir o comando da operadora europeia em outubro, com a saída de Vittorio Colao.

A Vodafone possui 110 mil torres em toda a Europa, das quais 55 mil são controladas diretamente pela operadora e estão avaliadas em cerca de € 12 bilhões, informou o Financial Times citando estimativas do Barclays Bank.

PUBLICIDADE

Read tem um grande trabalho em mãos para melhorar o desempenho da Vodafone: além de um grande endividamento, os resultados do primeiro trimestre de 2018 da empresa não impressionaram, com uma queda de receita de 4,9% devido ao aumento da concorrência na Espanha e na Itália. Seu fraco desempenho teve um grande impacto no preço das ações, que caiu um quinto em relação ao ano passado e levou o investidor ativista Elliott Management a assumir uma participação na operadora.

Anterior TSE facilita participação nas Eleições 2018 por meio de aplicativos
Próximos MDIC propõe nova alteração no PPB de celular