Vivo tem lucro bilionário no trimestre e mais receita


A Vivo anunciou hoje, 27, o seu desempenho operacional do segundo trimestre de 2021. E apresentou crescimento no  seu lucro líquido em 21%, atingindo R$ 1,3 bilhão, e registrou receita total de R$ 10,6 bilhões, valor 3,2% superior na comparação anual. Ao ser analisada apenas a receita core, que inclui as tecnologias avançadas, produtos e serviços digitais, o crescimento foi ainda maior e chegou a 8,2%, representando cerca de 90% de toda a receita da operadora.

PUBLICIDADE

No período, a Vivo adicionou 300 mil novos acessos FTTH,  aumento de 41,3% em relação ao ano anterior, somando mais de quatro milhões de clientes. O segmento registrou receita superior a R$ 1 bilhão, com crescimento anual de 49,7%, mantendo a alta observada no primeiro trimestre do ano. Destaque para os planos mais velozes, a partir de 300 mega, que representaram 40% dos novos contratos de banda larga da companhia. A performance FTTH impulsionou a receita core fixa, com todas as opções em fibra (FTTXx), IPTV, dados corporativos e TI, com crescimento de 16,4% no trimestre.

A operadora investiu nos três meses R$ 2,2 bilhões, 18% a mais do que o mesmo período de 2020. Encerrou o segundo trimestre com 97 milhões de acessos, sete milhões a mais em relação a igual período do ano anterior. No negócio móvel, os acessos atingiram quase 81 milhões, representando um aumento de 6,5 milhões nos últimos 12 meses, mantendo a liderança no setor, com market share de 33%, registrado em abril de 2021.

No último ano, a Vivo adicionou mais de 3,9 milhões de clientes na base pós-paga e encerrou o trimestre com 47 milhões de acessos, representando 58,2% da base móvel. As adições líquidas no período somaram um milhão, impulsionadas pela migração de clientes pré-pago para planos controle e através da portabilidade. No pré-pago, a base de clientes atingiu 34 milhões, com market share de 28,8%, registrado em abril, e 203 mil adições no trimestre.

A receita móvel registrou aumento de 5,6%, refletindo o desempenho da receita de serviço móvel, com alta de 3,1%, e da recuperação das vendas de aparelhos que subiram 47,3% em relação ao mesmo trimestre do ano anterior.

Entre os novos serviços, a companhia cita o Vivo Money, serviço de crédito pessoal, o Vida V- marketplace de saúde e bem-estar e a sua parceria com a Dotz.

 

 

 

Anterior Acordo entre TIM e o Banco C6 pode ser cancelado
Próximos ANPD vai pedir mais detalhes à PF sobre sistema de vigilância massiva