Vivo e Huawei inauguram laboratório de pesquisa em NB-IoT


TeleSintese-IoT-Internet-das-Coisas-cidades-inteligentes-rede-cloud-conexao-smart_cityA Vivo e a Huawei inauguraram hoje, 13, no Rio de Janeiro, o Open IoT Lab, um laboratório para o desenvolvimento de produtos em internet das coisas no padrão narrow band (NB-IoT).  As empresas pretendem ampliar o ecossistema de IoT no país. Para isso, parceiros poderão usar o laboratório para testar produtos antes do lançamento.

Além de acessos a serviços da Vivo ainda não comercializados e a equipamentos Huawei, desenvolvedores poderão pedir acesso a módulos construídos pela Ublox e Quectel, ou a soluções de energia da C.A.S. Tecnologia.

“A Internet das Coisas está no centro da estratégia de negócio da Vivo, que já tem a liderança no mercado M2M com quase 40% de market share. Nosso objetivo é complementar o portfólio B2B com soluções IoT com serviços de conectividade, Big Data e novas plataformas”, explica o vice-presidente de B2B da Vivo, Alex Salgado.

PUBLICIDADE

“A cooperação estratégica com a Vivo na maturação de um ecossistema tecnológico com a utilização do NB-IoT é fundamental para o desenvolvimento de indústrias locais”, explica o CTO da Huawei do Brasil, Taoyuan Zhou.

A Vivo já atua em mercados tradicionais, como o de meios de pagamento, rastreamento e de segurança, e também em novas frentes, como utilities, cidades inteligentes, vending machines, carros conectados, medição de audiência de TV, painéis eletrônicos de publicidade e até de carro compartilhado. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Anatel prorroga licença de satélite da Hispamar com preço 121% mais alto ao pago na licitação
Próximos Samsung lança novo tablet no Brasil