Vivo e Claro ganham mercado em janeiro


O Brasil fechou janeiro de 2015 com  281,70 milhões de acessos  na telefonia móvel e teledensidade de 138,34%.  No primeiro mês de 2015, os acessos pré-pagos totalizavam 213,40 milhões (75,75% do total) e os pós-pagos 68,30 milhões (24,25%).

A quantidade e a participação percentual dos acessos 2G (GSM e CDMA) vêm sofrendo redução constante com o avanço das demais tecnologias (3G – terminais de dados banda larga e WCDMA e 4G – LTE).

Vivo e Claro ampliaram as participações no mercado brasileiro. A Vivo, que lidera, fechou o mês com market share de 28,65% – 80,708 milhões de celulares, contra participação de 28,47% de dezembro. A Claro também apresentou crescimento, mantendo-se em terceiro lugar, com 25,34% do mercado, contra 25,33% do mês anterior e base de 71,385 milhões.

PUBLICIDADE

A TIM, segunda colocada, perdeu mercado, caiu para 26,90% do  mercado (possuía 26,97% em dezembro), mas ampliou a base de 75,72 milhões para 75, 786 milhões de clientes. A Oi, por sua vez, perde market share pelo sexto mês consecutivo. Agora, possui 17,98% do mercado, com 50,657 milhões de acessos, contra 51, 267 milhões de agosto do ano passado.

LTE

A tecnologia de dados LTE continua com crescimento forte e já tem 7,752 milhões de acessos. A partir de dezembro do ano passado, o número de clientes com comunicação de dados 3G WCDMA passou o número de clientes 2G. Em dezembro, 51,53% da base de celular já era de 3G e 2,41% de LTE.

As conexões M2M especiais (que têm isenção de imposto) também crescem e já somam 1,419 milhões. As conexões M2M 2G (que permite o uso do cartão de crédito) também continuam crescendo e somaram em janeiro 8,665 milhões. ( com assessoria de imprensa). 

 

Anterior Projeto Unica, da Telefónica, terá plataformas HP OpenNFV
Próximos Comparar plano de serviço de telecom vai ser possível a partir desta terça, 10.