Vivo chega a 180 lojas físicas “pet friendly”


Vivo chega a 180 lojas físicas pet friendly. Crédito: Divulgação
Loja física da Vivo no shopping Boulevard Belém, na cidade de Belém (PA). Crédito: Divulgação

A Vivo adicionou espaços para animais de estimação em 180 de suas lojas físicas em todas as regiões do Brasil. São pontos de apoio que contém água e, em alguns estabelecimentos, saquinhos de lixo e lenços umedecidos. No último ano, a Vivo passou de dez para 184 totens pet. Ao longo dos próximos meses, mais lojas da companhia terão o ambiente direcionado para animais.

A operadora lançou o movimento Vivo Pets que incorpora produtos para animais de estimação no portfólio das lojas físicas, e-commerce e marketplace. Isso inclui rastreadores para coleiras, alimentadores que liberam a ração em horários programados e podem ser acionados via wi-fi, até câmeras para monitorar e interagir com o animal fora do domicílio.

PUBLICIDADE

A linha de produtos animais está dividida em quatro categorias: Produtos Inteligentes (câmeras de vigilância, produtos de higiene e cuidados); Acessórios (guias, gaiolas, grades, abrigos e brinquedos); e Transporte Pet (assentos automotivos, caixas de transporte e bolsas de transporte).

O Vivo Pets também promove ações para adoção de animais e implantou a licença PETernidade. O benefício libera o funcionário que adotou um pet de suas atividades por dois dias desde apresentem documentos que comprovem a adoção. Já o Vivo Valoriza objetiva conectar moradores da região metropolitana dos estados do Sudeste (SP, RJ, MG e ES) à ONGs de adoção cadastradas no sistema da operadora. Caso alguma ONG tenha interesse em participar, poderá se inscrever http://vivo.tl/adocaovivovaloriza.

A TIM foi a primeira operadora no país a inaugurar uma loja física pet friendly, em 2019. Localizada na Avenida Paulista, em São Paulo, o local continha um espaço próprio pra cães e gatos.

Outra empresa que tem se aventurado no mercado para animais de estimação é a fintech Trigg. Em 2021, a companhia lançou o cartão Scooby Doo que cobre gastos como transporte pet, consultas e cirurgias veterinárias e envio de ração em domicílio. (Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Operadoras registraram 2,15 milhões de números portados no 4º trimestre
Próximos ABINC se posiciona contra proposta de refarming em 900 MHz da Anatel