PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

Operadoras

Vivo anuncia parceria com Endeavor para se aproximar de startups

Operadora busca ficar mais perto de negócios inovadores; Christian Gebara, presidente da tele, fará parte do grupo de embaixadores da rede internacional
Vivo busca se aproximar de startups por meio de parceria com a Endeavor
Parceria com Endeavor deve aproximar a Vivo de startups (crédito: Freepik)

A Vivo anunciou, nesta sexta-feira, 24, uma parceria com a Endeavor, rede internacional de fomente a startups presente em mais de 40 países. A intenção da operadora é ampliar sua atuação junto ao ecossistema de inovação e estar mais próxima de iniciativas empreendedoras.

O acordo também prevê que Christian Gebara, presidente da Vivo, passe a fazer parte da rede de embaixadores da Endeavor – no Brasil, o grupo é composto por 50 executivos.

Em nota, a marca do Grupo Telefónica destacou que a iniciativa deve aproximar a empresa de profissionais de startups, promovendo uma interação por meio de programas de mentoria, networking em eventos e participação em processos seletivos para programas de aceleração da parceira.

“Estamos prontos para contribuir com o sucesso das startups brasileiras, renovando um compromisso que temos há mais de uma década aqui no País”, diz Gebara, em nota. “Queremos usar a força da Vivo como alavanca para essas empresas, seja compartilhando conhecimento ou realizando negócios com elas”, complementa.

Inovação

Segundo a Vivo, a parceria com a Endeavor integra o planejamento de inovação aberta da companhia. A estratégia começou em 2012, quando a Wayra, hub de inovação aberta da Vivo, começou a atuar no Brasil.

A Wayra represente aproximadamente 10% das startups investidas globalmente pelo Grupo Telefónica. Ao todo, cerca de R$ 30 milhões foram aportados em 87 empresas de inovação no País, informou a operadora.

Além disso, a empresa indica que, no ano passado, R$ 74,2 milhões foram gerados em transações entre a Vivo e as startups ligadas à Wayra, valor 8,8% superior ao do ano anterior.

Também faz parte do portfólio de inovação da operadora a subsidiária Vivo Ventures, um negócio de investimento de risco em pequenas e médias empresas (PMEs), além de startups. A unidade foi lançada com um orçamento de R$ 320 milhões para investir em startups em troca de participação. (Com assessoria de imprensa)

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Chatbot com IA da Mundiale automatiza vendas dos ISPs em até 84%
ISPs ainda podem contar com envio automatizado de boleto com régua de cobrança para reduzir a inadimplência e com gerenciamento fim-a-fim.