Vivo adere a Coalizão Empresarial pelo Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas


A Vivo anunciou hoje, 21, que aderiu a Coalizão Empresarial pelo Fim da Violência Contra Mulheres e Meninas. A inciativa foi formalizada em 2019 com a liderança do Instituto Avon, Fundação Dom Cabral e ONU Mulheres.

O objetivo da Coalizão é articular empresas para o fim do assédio sexual e moral contra mulheres e apoiá-las em situação de violência nas corporações e suas cadeias. Em 2018, a empresa também aderiu Coalizão Empresarial para a Equidade Racial e de Gênero.

PUBLICIDADE

“Queremos estimular um ambiente seguro para que nossas colaboradoras se sintam dentro de um espaço confiável para expressar posicionamentos e opiniões. E, ainda, conscientizar as pessoas para que espalhem esse respeito às mulheres dentro e fora do ambiente corporativo”, destaca Niva Ribeiro, VP de Pessoas da Vivo.

A recente entrada da vivo na Coalizão Empresarial faz parte de um projeto maior da operadora de 2018, a Vivo Diversidade, pautada na inclusão e representação de Gênero, LGBTI+, Raça e Pessoas com Deficiência.

A Vivo chegou a lançar em suas redes sociais conteúdos com a hashtag #saidomuro. A ação visava fomentar um espaço em que mulheres pudessem se sentir confortáveis para expressar posicionamentos e opiniões. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Governo inclui telecom em plano de desenvolvimento da infraestrutura
Próximos Ericsson registra lucro de US$ 640 milhões no 3º trimestre