Vivendi nega ação coordenada com adversário na Telecom Italia


Investigada pela agência de defesa da concorrência italiana, a operadora francesa Vivendi negou hoje, 17, que tenha feito qualquer ação coordenada com a sua empresa rival, também francesa, Iliada, do magnata Xavier Niel para assumir o controle integral da italiana Telecom Italia.

Há alguns dias, depois que a Vivendi assumiu o controle da Telecom Italia (por ter vendido a brasileira GVT para o grupo espanhol Telefónica), Niel comprou ações da operadora italiana que, se revertidas, darão ao grupo uma fatia de 15% da Telecom Italia. A agência reguladora italiana resolveu então abrir uma investigação para saber se havia algum ação combinada entre as duas empresas, pois se a resposta fosse afirmativa, elas seriam obrigadas a comprar a totalidade da Telecom Italia, ao preço de controle.

A Vivendi negou qualquer ação coordenada e disse possuir 20,116% das ações da operadora italiana (participação um pouco maior do que a de ontem, que era de 20,31%). Mas a francesa solicitou ao board da operadora para aumentar em mais quatro membros a sua representação da empresa, o que ainda está em análise pelos italianos.( com agências internacionais).

PUBLICIDADE
Anterior Senado vota PL de celular desbloqueado, o que já existe no Brasil há 5 anos.
Próximos Diliani, da Nokia: "Somos especialistas em aquisições"