Vero Internet fecha 2021 com alta de 73,8% no lucro líquido


Crédito: Divulgação
Crédito: Divulgação

A Vero Internet, controlada pela Vinci Partners, registrou alta de 73,8% no lucro líquido em relação ao fechamento do ano anterior, passando de R$ 29,7 milhões em 2020 para R$ 51,6 milhões em 2021. No último trimestre, o lucro líquido ficou em R$ 10,8 milhões, 59,7% a mais na comparação anual.

A operadora – que no 4T21 obteve o registro de companhia aberta (Categoria A) junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) – teve receita líquida de R$ 420,7 milhões, aumento de 99,1% em relação a 2020. A margem Ebitda de 48,3%, representa um acréscimo de 2,5 pontos percentuais em relação ao período de 2020

PUBLICIDADE

“Os resultados foram sustentados pela estratégia de combinar expansão orgânica e inorgânica de forma complementar, além da capacidade da Vero em seguir aumentando nosso ticket médio. O formato go-to-market promoveu a captação de 27,5 mil clientes somente no 4T21, somando 84,5 mil adições líquidas organicamente, gerando, em média, o incremento de 21,1 mil usuários por trimestre”, afirma o CEO da Vero Internet, Fabiano Ferreira.

Segundo ele, a operadora fechou o ano com 612 mil assinantes em 180 cidades de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. “Só no ano passado lançamos 20 novos municípios de forma orgânica”, destaca.

Os dados mais recentes da Anatel, referentes ao mês de dezembro de 2021, mostram que o market share da companhia atingiu 35,6% de participação nas praças maduras em que atua; contra 33,2% em dezembro de 2020, ampliando a sua liderança de mercado.

Investimentos

Em 2021, a empresa investiu R$ 554,8 milhões, sendo R$ 360,6 milhões (65,0% do total) em operações de M&A (fusões e aquisições), sem incluir a aquisição da Giganet. Já os investimentos orgânicos das linhas de imobilizado e intangível em conjunto cresceram 52,3% e atingiram R$ 194,2 milhões. No final de novembro, a empresa captou R$ 350 milhões em debêntures para reforçar o capital de giro.

Em termos de cobertura, a Companhia mantinha 22 mil km de fibra óptica em dezembro, sendo 6,9 mil km de rede de backbone. Em fevereiro de 2022 a rede alcançava 24,1 mil km. Nesse sentido, a rede da Vero soma mais de 2,2 milhões de Homes Passed (HP – quantidade de domicílios que estão cobertos pela rede de FTTH da Vero) e totaliza 3,9 milhões de Addressable Homes Passed (AHP – quantidade total de domicílios das cidades em que a companhia está presente).

Rede neutra

Em 2021, foram realizadas cinco aquisições de provedores de Minas Gerais, Santa Catarina e Rio Grande do Sul: Neorede, Plug Telecom, Empire Telecom, GTC Telecom e Giganet. Tais aquisições totalizam 179,6 mil clientes, expandindo a cobertura para novas áreas com a visão de manter os provedores adquiridos como plataforma de expansão orgânica. As aquisições da Neorede e da GTC Telecom foram concluídas no 4T21 e, conforme divulgado em fato relevante do dia 19 de janeiro de 2022, a Vero realizou o fechamento da aquisição da Giganet, cujos valores financeiros irão integrar as demonstrações financeiras após a data de conclusão da transação.

Ainda em 2021, a Vero foi pioneira dentro do setor firmando o primeiro contrato de rede neutra na América Latina com a V.tal, com lançamento nas cidades mineiras Ubá e Sete Lagoas, sob o novo modelo de expansão orgânica. No total, foram atingidos aproximadamente 1 mil clientes em apenas seis meses, representando mais de 30% das vendas líquidas no mercado.(Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior NEC e Juniper fazem rede WiFi para a Raízen no Brasil
Próximos Indústria 4.0 e qualificação profissional em destaque no AGROtic 2022