Venda de smartphones cresce 44% no segundo tri


Pelo segundo trimestre consecutivo, as remessas de smartphones representaram mais da metade (52%) dos embarques de celulares do mundo. Com a liderança da Samsung, estima-se que 408 milhões de celulares e 214 milhões de smartphones tenham sido embarcados durante o segundo trimestre de 2013, de acordo com a ABI Research. Embarques telefone recurso caiu 20% ano-sobre-ano para 195 milhões de unidades, como fabricantes de baixo custo continuam a garra seu caminho até o mercado com o aumento das especificações do dispositivo.

Devido aos ganhos sazonalidade típica de meados do ano, o embarques de celulares cresceu 0,5% sequencialmente e mais de 7% ano-a-ano. O embarque de smartphones manteve uma taxa de crescimento de 5,5% sequencialmente e quase 44% ano-sobre-ano. “Apesar das preocupações de saturação de smartphones nível premium, Samsung e Apple foram capazes de entregar resultados melhores que o esperado no segundo trimestre”, diz o analista sênior Michael Morgan.
 

Apesar da tenacidade surpreendente de smartphones premium, participação de mercado da Apple (14,6%) caiu para seu ponto mais baixo desde o terceiro trimestre de 2011. A ABI Research atribui essa perda de participação para o sucesso do Samsung Galaxy S4 e do contínuo crescimento dos embarques de smartphones no mercado de baixo custo e de massa.

PUBLICIDADE

“O segundo semestre de 2013 será definido pela concorrência feroz entre OEMs com preços agressivos, que se movimentam para disputar as camadas médias com maiores margens, ao mesmo tempo em que os principais OEMs diversificam seus portfólios para o meio, em busca de crescimento contínuo”, acrescenta o diretor sênior Jeff Orr. Concorrentes como Huawei, ZTE e Lenovo estão criando se movimentando para a ponta da pirâmide, de forma que a ABI Research prevê o aumento da pressão na margem, no segmento de smartphones premium onde a maioria dos lucros da indústria residem. (Da redação)

Anterior Embratel Participações tem lucro 23,3% menor no primeiro semestre
Próximos Mesmo com melhorias, queixas contra serviço móvel aumentam.