Venda de iPhones despenca 15% mundo afora


iPhone6_iOS8A Apple divulgou hoje, 26, uma queda mundial na venda de seu produto mais popular, o iPhone. Segundo a companhia, foram 15% menos unidades comercializadas no trimestre encerrado em junho. Ao todo, registrou 40,4 milhões de celulares vendidos, ante 47,5 milhões no mesmo período do ano passado.

Em quase todo o mundo houve queda das receitas da companhia. O principal mercado, o das Américas, encolheu 11% em relação aos mesmos meses de 2015. Na Europa, o tombo foi de 7%. Na China, país que ano passado despontava como grande filão para a empresa, mostrou retração de 33%. No resto da Ásia, o encolhimento foi de 20%. A única exceção foi o Japão, onde as vendas aumentaram 23%. No final das contas, a Apple registrou receita global de US$ 42,35 bilhões, 15% menor que um ano antes.

A empresa, aparentemente, conseguiu reaver a atenção dos usuário de iPad com o lançamento das versões Pro do dispositivo. A categoria vendeu 9% menos unidades, mas ampliou o ticket médio, elevando a receita com tablets em 7%. O consumidor de PCs, no então, continuou comprando menos da maça.

PUBLICIDADE

As vendas de Macs caíram 11%, e em receita, 13%. Na rubrica outros produtos, que abarca o Apple Watch e acessórios, houve queda de 16% na receita. Apenas o segmento de serviços, em que trabalha com serviços de venda de músicas e streaming, a companhia obteve melhora de resultado – um aumento de 19% no faturamento.

As vendas mais baixas afetaram o lucro, que caiu 27%, para US$ 7,8 bilhões. Em junho de 2015, o lucro líquido era de US$ 10,6 bilhões. Para o próximo trimestre, último de seu ano fiscal, a Apple estima nova redução das receitas.

Anterior Temer libera horário da Voz do Brasil durante Olimpíadas
Próximos Saem as outorgas do leilão de dezembro da Anatel