Valorização da Copel é boa notícia para a Oi, avaliam analistas


A venda ontem, 9, da Copel Telecom por R$ 2,395 bilhões, além da dívida de R$ 225 milhões, deve ser encarada como boa notícia para a Oi, avaliam os analistas do banco BTG Pactual.

Para Carlos Sequeira e Osni Carfi, a valorização de 71% da empresa paranaense, que tem como principal ativo uma rede de mais de 30 mil km de fibra óptica, poderá balizar a venda da Infraco da Oi, que tem alcance nacional e quase 400 mil km de fibra instalada.

PUBLICIDADE

Conforme os economistas, o leilão da Copel mostrou apetite dos investidores, que toparam pagar 14,6x o EBITDA da empresa. A disputa foi acirrada, com oito rodadas de lances, e teve entre os participantes o vencedor Fundo Bordeux, de Nelson Tanure, a Algar, a Telefônica Brasil e um fundo de investimentos administrado pelo próprio BTG.

Para os analistas, a Infraco da Oi pode alcançar preço equivalente a 15x seu EBITDA. Apesar disso, os analistas mantiveram a previsão atual de venda por R$ 24 bilhões, de 12x o EBITDA. Mas ressaltam que “não será surpresa lances mais altos”.

A percepção positiva é compartilhada também por Fred Mendes, do Bradesco BBI, que projetava a venda da Copel por 10x o EBITDA. Segundo ele, também pesou a capacidade do governo do Paraná em sanear a empresa para atrair as quatro empresas participantes da disputa. Ele avalia ainda que notícia pode ser positiva para a Oi, uma vez que a rede da empresa está em franca expansão – diferente do que vinha acontecendo com a infraestrutura da Copel Telecom, cuja receita apresentava queda.

Anterior Nokia anuncia Felipe Garcia como Head de Marketing no Brasil
Próximos Wayra e Cubo Itaú anunciam parceria estratégica