V.tal mantém previsão de aval da Anatel à venda do controle na virada do ano


Pedro Luiz Arakawa | Chief Commercial Officer da V.tal - Crédito: TV.Síntese
Pedro Luiz Arakawa | Chief Commercial Officer da V.tal – Crédito: TV.Síntese

A aprovação recente do Cade à venda do controle da V.tal pela Oi a fundos do banco BTG Pactual, à Globenet e ao fundo soberano de Singapura GIC não alteraram a expectativa dos executivos da atacadista quanto à tramitação na Anatel.

Ao participar do evento digital INOVAtic 2021, na manhã desta segunda-feira, 25, Pedro Arakawa, diretor comercial (CCO) da V.tal, disse esperar a aprovação para a virada do ano. “A expectativa é que isso ocorra entre dezembro deste ano e janeiro de 2022”, falou.

Durante o evento, Arakawa detalhou  os modelos de negócios da V.tal. Lembrou que a Oi é cliente âncora, mas o conceito da empresa é ser uma rede neutra, portanto, aberta a novos clientes. Outra empresa que já assinou contrato com a empresa foi a mineira Vero.

“Já temos outros contratos assinados, mas que ainda não são públicos”, avisou. Estes contratos reúnem uma base ativa de usuários de 3 milhões de assinantes, dos 13 milhões de homes passed (casas aptas a assinar) da empresa.

Os dois modelos de negócios ofertados para os clientes da V.tal – serviços de FTTH  ponta a ponta para ISPs (redes até a casa, incluindo instalação e operação da rede) e FTTP (fibra até o edifício ou poste, com instalação a ser feita pelo provedor e com precificação menor do que o serviço do FTTH) “existem em razão das demandas das operadores e dos provedores. Os modelos estão disponíveis para a preferência do cliente. Não há uma razão técnica ou regional para essas ofertas”, esclareceu Arakawa.

O INOVAtic é um evento do Tele.Síntese e terá prosseguimento até quarta-feira, 27, com a participação de mais de 20 debatedores. Nessa versão, estão reunidos ISPs, fornecedores, distribuidores e operadoras que atuam nas regiões Sul e Sudeste do país. 

PUBLICIDADE
Anterior MCom: 'PEC emergencial tirou pressão da PEC dos fundos'
Próximos São Paulo vai lançar edital para mais 5 mil pontos de WiFi em 2022