UE libera venda de ativos de fibra da Telecom Italia


Projetado pelo Freepik

A Telecom Italia, dona da TIM Brasil, anunciou hoje, 26, que a Comissão da União Europeia desconsiderou que a FiberCop, empresa de infraestrutura de fibra, desrespeitasse a European Merger Regulation, que regula fusões entre entidades. O processo de escrutínio havia começado em 7 de setembro de 2020.

A UE, por fim, concluiu que a transferência da rede secundária da Telecom Italia para a FiberCop, bem como a entrada das empresas KKR e FastWeb no negócio não representam riscos de concentração.

Em agosto deste ano, ambas empresas passaram a integrar o FiberCop, a KKR com 37,5% das ações e a FastWeb com 4,5%. A venda dos ativos faz parte de reestruturação da Telecom Italia, iniciada há mais de dois anos, com foco em redução do endividamento.

Com a aprovação, a operadora confirmou o início das operações da Fibercop para o primeiro trimestre de 2021. A meta é de, até 2025, cobrir 76% das propriedades em áreas com pouco ou nenhum serviço de banda larga, o que corresponde a 56% das propriedades da Itália. (Com assessoria de imprensa)

PUBLICIDADE
Anterior Claro ambiciona entregar seu serviço de streaming a 60 milhões de casas
Próximos Leilão de ativos da Oi: confirmada venda das Torres à Highline e do data center à Piemonte