Twitter vê potencial em acordo com operadoras de TV paga


Há um ano no Brasil, o Twitter apresentou nesta quarta-feira (19), os resultados de sua estratégia. No período, o acordo com Claro, Oi e TIM de tráfego livre no aplicativo da rede social fez com que a base de usuários móvel passasse de 40% em 2012 para 64,6% em 2013. O percentual está abaixo da média mundial (76%), mas em crescimento rápido. “Um dos maiores do mundo”, declarou o diretor-geral da companhia no Brasil, Guilherme Ribenboim, em conversa com jornalistas, em São Paulo.

O movimento tende a acelerar, uma vez que o Twitter vem trabalhando para adaptar seu aplicativo aos smartphones populares, com telas menores e pouca memória, de forma a proporcionar a uma experiência agradável aos usuários. O Twitter também se esforça para ser didático  facilitar a vida dos novos usuários, com agregação de conversas, conforme explicou Rafael Dahis, gerente de produto da empresa.

Além dos esforços da perspectiva de facilitar o uso pelo usuário, o Twitter também se esforça para aumentar o conteúdo distribuído e as funcionalidades, em diversas frentes. Uma das principais é o estímulo ao uso do microblog como segunda tela, um movimento global, mas que se acentua no Brasil porque os usuários nacionais se interessam mais por TV do que no resto do mundo.

PUBLICIDADE

“Dizemos que o Twitter é o maior sofá do mundo”, brincou Daniel Carvalho, diretor de desenvolvimento regional para a América Latina. Uma das importantes e inovadoras iniciativas da companhia é avançar em conversas com operadoras de TV paga (via cabo ou satélite) para levar o Twitter para a programação. Dessa forma, o usuário passa a ter a possibilidade de navegar pela programação tendo como referência os tweets postados na rede.

Por hora, esse modelo está em testes na Airtel, operadora triple-play da Índia. “É um projeto em versão menos sofisticada. Os resultados são bastante animadores em percentagem de pessoas que usam o aplicativo e na taxa de retenção de usuários”, diz Carvalho.

Uma das estratégias do Twitter para rentabilizar sua base e aproveitar  a relação estreita entre a rede de microblogs e a programação da TV, é oferecer aos anunciantes da grade linear a complementação da publicidade por meio da plataforma. A iniciativa chamada de TVCT (TV Conversation Target) mapeia a grade de programação, mapeia a audiência e cria clusters.

Anterior Marco Civil: Avança acordo para votação na próxima terça-feira. Governo cede um pouco, mas mantém neutralidade.
Próximos Decisão do Parlamento Europeu dará os contornos da neutralidade da rede