TV por Assinatura: 67 mil clientes desligados em junho


O mercado de TV paga perdeu clientes em junho de 2020, conforme dados da Anatel divulgados na última semana. Havia no país 15,18 milhões de clientes. O número representa uma queda de 0,44% em relação a maio. Ou seja, foram 67,32 mil desligamentos, mesmo durante a pandemia, em que mais pessoas ficaram em casa.

A Claro, maior operadora de TV do país, com 48,6% de market share, terminou junho com 7,38 milhões de acessos, 69,86 mil a menos que em maio. A Sky, segunda maior, com participação de 30,2%, adicionou 23,93 mil clientes, e terminou com base de 4,58 milhões.

Oi e Vivo também cresceram. A Oi adicionou 3,45 mil usuários, passando a ter 1,48 milhões de clientes (share de 9,8%). E a Vivo adicionou 541 acessos, permanecendo praticamente estável em relação a maio, com 1,27 milhão de clientes (fatia de 8,4%).

PUBLICIDADE

Outras empresas de menor porte perderam clientes. A Algar, por exemplo, desconectou 10 mil. A empresa saiu do segmento de TV paga, mas ainda tem 39 mil clientes no segmento. Empresas com menos de 22 mil clientes, agrupadas, perderam 13 mil acessos, e terminara o mês com 212 mil usuários.

Em termos de tecnologia, o DTH, abandonado por Algar, Oi, Vivo e Claro, continuou a encolher. Perdeu 31 mil acessos. A TV por fibra óptica (IPTV FTTH) ganhou 17 mil usuários. O cabo, usando principalmente pela Claro, perdeu 54 mil usuários.

Ainda assim, o DTH segue como plataforma mais utilizada do país, uma vez que todas as operadoras têm parte dos clientes com a tecnologia: 7,52 milhões. Em seguida vem o cabo coaxial, com 6,62 milhões. A fibra tem 1,02 milhão de clientes.

Anterior Maia vai acelerar PL das Fake News após ataques a youtuber
Próximos Vivo perde posto de maior no STFC para a Oi