TV paga perde 223,9 mil acessos


A base de TV por assinatura brasileira voltou a encolher em janeiro, com a perda de 223,9 mil acessos, o que representa encolhimento de 1,42%. Com isso, o ano começou com 15,5 milhões de usuários do serviço no país.

A tecnologia DTH (satélite) segue em declínio, com menos interesse por parte das operadoras em explorá-la. Hoje, resta apenas a Sky apostando na tecnologia, enquanto Vivo, Claro e Oi já preferem apostar no FTTH (fibra óptica) como plataforma principal para TV paga.

PUBLICIDADE

Assim, a TV paga por satélite encerrou janeiro com 7,89 milhões de acessos, após retração de 1,95%, o que representou 157 mil desligamentos. O cabo, com 6,74 milhões de acessos, perdeu 83,4 mil, diminuição de 1,22%. O FTTH, por sua vez, cresceu 1,87% no mês, ganhando 16,8 mil clientes, e terminando com 920,5 mil.

Dentre as operadoras, a Claro segue como líder isolada em TV por assinatura no país, responsável por 49,4% de market share e 7,69 milhões de acessos. A Sky vem em seguida, com fatia de 29,8% e 4,64 milhões de usuários. Oi fica na terceira posição, com 9,7% de share e 1,5 milhão de clientes. Enquanto a Vivo está em quarto, com 8,4% do mercado e 1,31 milhão de assinantes.

Anterior Operadoras de celular vão emitir alertas sobre o coronavírus
Próximos "Leilão do 5G deve destinar no mínimo 50% dos recursos para investimentos", diz Soares