Tráfego LDN da Embratel avança


No 2T06, o tráfego de longa distância nacional (LDN) totalizou 3,54 bilhões de minutos, um ganho de 14% em relação ao 2T05. Comparado com o 1T06, o tráfego LDN cresceu 3%. A receita com esse tráfego foi de R$ 1 bilhão, mais 4% sobre igual trimestre de 2005. Trimestre a trimestre de 2006, a receita …

No 2T06, o tráfego de longa distância nacional (LDN) totalizou 3,54 bilhões de minutos, um ganho de 14% em relação ao 2T05. Comparado com o 1T06, o tráfego LDN cresceu 3%. A receita com esse tráfego foi de R$ 1 bilhão, mais 4% sobre igual trimestre de 2005. Trimestre a trimestre de 2006, a receita de LDN caiu pouco menos de 1%. No acumulado do ano, a receita de LDN foi de R$ 2 bilhões, aumentando 3% sobre o mesmo período do ano anterior.

O tráfego de longa distância internacional (LDI) totalizou 507 milhões de minutos, estável comparado com o 1T06, mas caiu 15% na comparação trimestre a trimestre. Comparado ao 1T06, a receita de longa distância internacional caiu 20%. Ano contra ano, essa receita declinou 31%, em função, segundo a empresa, da apreciação do real nas receitas entrantes. No primeiro semestre, a receita de LDI diminuiu 27%.

Dados e local

PUBLICIDADE

No 2T06, 180 mil linhas equivalentes de 64kbits foram adicionadas. No final de junho, a Embratel tinha 2 milhões de linhas equivalentes de 64kbits provendo serviços de dados para clientes corporativos. Ano contra ano, as linhas equivalentes de 64kbits em serviço cresceram 61%.

A receita com o serviço local cresceu 34%, para R$ 225 milhões, em relação ao 2T05. Em comparação com o 1T06, a receita local cresceu 9%. Na primeira metade de 2006, a receita local aumentou 36%, para R$ 431 milhões.

A parceria com a Net, lançada no primeiro trimestre da 2006, conquistou 49,3 mil assinantes.

Anterior Ebitda da Embratel cresce 20% no semestre
Próximos Pela democratização da banda larga