Trabalho remoto provoca impacto na vida das pessoas


 

Pesquisa da KPMG apontou que 40% da força de trabalho brasileira prefere manter o regime flexível de trabalho – home office e presencial – no período pós-pandemia em pelo menos dois dias na semana. “O trabalho remoto foi o que provocou o maior impacto na vida das pessoas neste ano”, afirmou Laura, da KPMG.

PUBLICIDADE

 

Anterior Oracle quer aproximar os municípios do ComprasNet
Próximos ANPD estreia site e cobra responsável pelos dados do governo