TIM lança VoLTE em Belo Horizonte


A TIM ativou as chamadas VoLTE (Voice over LTE, na sigla em inglês) na frequência de 700 MHz em Belo Horizonte. Ao todo, 176 municípios de Minas Gerais contam com o serviço que permite ligações de voz pela rede de quarta geração. Segundo a operadora, 1,5 mil cidades no país têm o serviço. A previsão é de que 2 mil municípios tenham a tecnologia até o final do ano.

“A ativação da frequência 700 MHz na capital mineira, em junho deste ano, foi um passo importante para a TIM ampliar a sua cobertura, principalmente indoor. Mais de 100 municípios de Minas Gerais também já contam com a nova frequência”, conta Marco Di Costanzo, Diretor de Engenharia da TIM Brasil. A operadora possui redes LTE em 3.138 cidades do país.

O acesso ao VoLTE depende de um smartphone compatível e da atualização do sistema operacional para a versão mais recente. Todos os aparelhos do portfólio atual da TIM já suportam o VoLTE. Em Belo Horizonte, a tecnologia está disponível para toda a base de clientes da operadora, inclusive para clientes corporativos.

Os usuários da operadora também podem realizar ligações de voz em alta definição em seus iPhones. A TIM foi a única certificada pela Apple para disponibilizar o VoLTE (disponível para usuários de iPhone SE, 6 e modelos superiores, desde que façam a atualização do sistema operacional para o recém-lançado iOS 11).

Minas Gerais é foco da TIM

Belo Horizonte também já conta com o 4,5G. Mais de 230 sites contam com agregação de frequências 4G (2.600 MHz, 1.800 MHz e 700 MHz), que possibilita uma melhor cobertura indoor e uma maior velocidade de conexão.

“Minas Gerais é extremamente relevante para a TIM. Temos mais de 4,2 milhões de clientes no estado. Estamos investindo em novos pontos de venda para proporcionar uma experiência cada vez melhor para os mineiros. Em agosto, inauguramos em Belo Horizonte nossa primeira loja 100% digital no estado, e temos a previsão de lançar mais quatro nos próximos meses”, diz Bruno Vasconcellos, diretor Comercial da regional Sudeste da TIM Brasil.

Minas Gerais também foi o primeiro estado no qual a TIM ativou a funcionalidade NB-IoT (Narrow Band em IoT) em sua rede 4G, na cidade de Santa Rita do Sapucaí, em parceria com o Inatel e a Ericsson. A plataforma permite viabilizar a criação de soluções de Internet das Coisas (IoT) utilizando a frequência 700 MHz.

A tecnologia está ligada a aplicações para smart cities, como sensores inteligentes em semáforos e estacionamentos; sensores de poluição de cidades; medidores para a energia, água e esgotos das cidades, entre outras iniciativas que tornam os sistemas mais eficientes. Mais de 1.500 cidades já estão aptas a utilizarem a plataforma e a previsão é de que chegue a 4.000 municípios até 2020. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Oi inicia venda de banda larga por fibra em 21 cidades
Próximos "Nenhum candidato coloca a banda larga no centro da política", lamenta diretor da Claro