TIM Itália adere a programa do governo de financiamento da banda larga


O objetivo da parceria é impulsionar a banda larga do país em meio à pandemia; famílias com renda de até € 20 mil ao ano receberão € 500 para assinar um plano de internet de até 1 Gbps por 20 meses. Operadora dará descontos.

Província de Parma, Itália. Foto por: Gabriele Claire Marino, disponível em Unsplash

A TIM Itália anunciou hoje, 6, que participará da distribuição de vouchers do governo italiano, gerenciado pela Infratel Itália. O programa foi criado com o objetivo de impulsionar o uso de ultra banda larga no país em meio à pandemia de covid-19.

A partir de 9 de novembro, os clientes da operadora que não possuem ultra banda larga e têm renda familiar de até € 20 mil poderão ter acesso a € 500.

O dinheiro deverá ser usado da seguinte forma: € 200 serão destinados para pagamento da taxa de instalação do acesso na residência e 20 mensalidades de € 10. A TIM vai oferecer o plano TIM Fibra, que normalmente custa € 30, por € 20 a esses clientes. Outros € 300 poderão ser gastos na compra de um tablet ou computador.

PUBLICIDADE

O acesso que a operadora vai oferecer pelo valor será de até 1 Gbps, já com modem HUB+ com Wi-Fi6, ligações ilimitadas para o país e para dispositivos móveis. O tablet disponível será o Samsung S6 Lite, e o computador será um Onda Oliver Plus 15,6″. Ambos poderão ser comprados com desconto de € 300.

O TIM Super Voucher faz parte de um investimento de € 2,672 bilhões em vouchers para serviços de telecom feito pelo governo italiano. Os esforços anunciados em maio visam promover conectividade em áreas com déficit de cobertura. Também, têm o intuito de auxiliar famílias de baixa renda em meio a digitalização da pandemia. (Com assessoria de imprensa)

Anterior OEA abre inscrições para Fundo de Inovação de Cibersegurança de US$ 200 mil
Próximos Produção de eletroeletrônicos cresce e supera patamar pré-pandemia