PORTAL DE TELECOM, INTERNET E TIC

AGROtic

TIM fará rede 4G para Usina Santa Adélia e arredores

Operadora vai instalar antenas e irradiar sinal 4G para uso da Usina Santa Adélia no interior de São Paulo. Projeto prevê ativação da rede também para melhoria do sinal em sete cidades próximas

A Usina Santa Adélia, uma das principais agroindústrias do setor sucroenergético do interior de São Paulo, contratou a TIM como fornecedora de uma rede móvel privada, baseada no 4G (LTE).

Maior exportadora de açúcar e etanol do Brasil, a Usina conectará suas unidades processadoras e fazendas em Jaboticabal e Pereira Barreto com o sinal móvel da operadora. Todos os processos que envolvem o ciclo da cana-de-açúcar serão digitalizados. A usina tem área de 60 mil hectares.

Segundo a TIM, 280 mil pessoas que vivem nas sete cidades próximas serão beneficiadas: Taquaritinga, Guariba, Monte Alto, Sud Menucci, Ilha Solteira, Itapura, Suzanápolis e, ainda, no distrito de Entre Rios (Itapura), em São Paulo.

O acordo inclui estabelecer uma rede de projetos voltados para IoT, pensando no acompanhamento, em tempo real, dos processos no campo, e encurtando distâncias entre a produção e o centro de controle.

Além disso, a contratação prevê o desenvolvimento de uma plataforma digital focada no agronegócio e que irá coletar e correlacionar informações internas e externas da indústria, entregando recomendações, avisos e alertas.

“Por meio da conectividade aproveitaremos todo potencial dos equipamentos e das tecnologias embarcadas [que utilizamos em campo], na melhoria dos resultados operacionais e agronômicos”, diz Cássio Manin Paggiaro, Diretor Agrícola da Usina Santa Adélia.

O contrato faz parte da iniciativa 4G TIM no Campo, em que a operadora busca clientes e parceiros para construir rede em área rural produtiva Brasil afora, conta Alexandre Dal Forno, Diretor de Desenvolvimento de Mercado IoT & 5G da operadora.

A infraestrutura contará com a instalação de cinco novas antenas nas regiões de atuação da usina e a readequação de outras já ativas nas proximidades de Jaboticabal e Pereira Barreto.

O projeto de conexão utilizará a rede 4G de 700 MHz, frequência já em uso pela operadora em mais de 4.600 municípios.

A TIM afirma cobrir mais de 7 milhões de hectares em todo o país, onde vivem cerca de 900 mil pessoas. Além da telefonia móvel, a empresa ativou nessas áreas sua rede para internet das coisas, baseada no padrão Narrow Band (NB-IoT). Atualmente, mais de 4.200 municípios pelo país contam com esse serviço.

TEMAS RELACIONADOS

ARTIGOS SUGERIDOS



 

Demanda por DWDM cresce e Multi PRO | ZTE amplia portfólio.
Além do DCI ZXONE – 7000 C2D produto lançado recentemente, a marca trará atualizações para equipamentos que já estão no mercado