TIM começa testes de rede 5G DSS nesta semana


A TIM avisou que vai realizar “testes de performance” já com clientes nesta semana de seus serviços de banda larga fixa via rede 5G DSS. Os testes serão nas três cidades em que a empresa vai iniciar a cobertura com a tecnologia. A operadora diz que a rede foi ativada no fim de setembro, embora o lançamento do serviço tenha ficado para este mês.

A operadora enviou nota ao Tele.Síntese na sexta-feira, 2, com a informação: “A TIM informa que, durante o mês de setembro, foi concluída a ativação das redes 5G DSS nas três cidades anunciadas – Bento Gonçalves (RS), Três Lagoas (MT) e Itajubá (MG). Os testes de performance de rede se iniciam já na próxima semana. Em breve, a operadora anunciará detalhes da sua estratégia, que utilizará a tecnologia FWA (Acesso sem Fio) para disponibilizar banda larga fixa em cima da rede móvel, otimizando infraestrutura já existente no 4G para oferecer o novo serviço”.

Tecnologia

A operadora já vende serviços de banda larga fixa usando a rede móvel, mas com a tecnologia 4G. Essa é uma das modalidades comercializadas pela TIM Live, batizada TIM Live Internet. Neste caso, os serviços custam entre R$ 80 e R$ 107 ao mês, conforme a franquia. Esta vai de 50 GB até 80 GB, e a velocidade anunciada da conexão é de 5 Mbps. Quando lançado, o produto era destinado a áreas onde há infraestrutura móvel, mas não há banda larga fixa.

PUBLICIDADE

O 5G DSS é uma tecnologia de transição entre o 4G e o 5G puro. Isso porque utiliza parte do espectro hoje dedicado às redes 4G e o núcleo de rede 4G para a entrega de conectividade 5G, embora ainda não com o máximo de desempenho previsto para a nova tecnologia. O melhor desempenho virá com a destinação de espectro específico e adoção de redes “standalone”, ou seja, com núcleo também 5G. Ainda assim, o 5G DSS apresenta velocidades maiores e latências menores que as percebidas no 4G.

Anterior LIVE AGROtic 2020 - Os benefícios da tecnologia satelital para o agronegócio e as inovações
Próximos Indústria eletroeletrônica contratou 6,4 mil em agosto