TIM cobre 1 milhão de hectares no MS com 4G para a Adecoagro


A TIM está implantando nas fazendas da Adecoagro uma rede 4G na faixa de 700 MHz. O projeto cobre quase um milhão de hectares. Atende a toda a área produtiva da empresa agrícola, formada por 180 mil hectares de canaviais, além de mais 11 cidades do Mato Grosso do Sul, que passam a ter atendimento LTE da operadora.

Os municípios que recebem a rede são: Ivinhema, Angélica, Nova Andradina, Deodápolis, Glória de Dourados, Novo Horizonte do Sul, Distrito Amandina, Distrito Ipezal, Jateí e Naviraí. Nas áreas dessas cidades que receberam cobertura vivem cerca de 200 mil pessoas.

PUBLICIDADE

“O desafio de interligar em tempo real nossos equipamentos no campo abriu a oportunidade de desenharmos uma parceria muito maior, que agregou outras soluções nessa mesma rede”, afirmou Renato Junqueira Santos Pereira, vice-presidente de Açúcar, Etanol e Energia da Adecoagro.

Com o projeto, cresceu a integração entre equipamentos e o COA (Centro de Operações Agrícolas da Adecoagro). Atualmente, o COA já está conectado às frentes de colheita (colhedoras, transbordo e caminhões canavieiros) e aos aplicativos de apontamento agrícola e segurança perimetral. Isso permite visualizar a operação online por meio da rede. Cerca de 750 equipamentos já estão conectados e a companhia estima finalizar este ano com 1.300 interagindo em tempo real.

A parceria faz parte do projeto “4G TIM no Campo”, criado em 2018 com o intuito de levar a rede de quarta geração da operadora para o agronegócio brasileiro. Já as operações com a Adecoagro começaram em 2019. A TIM é responsável por fornecer as torres, o sistema de comunicação de dispositivos móveis e soluções IoT. Nos próximos anos, a parceria focará em instalar estações meteorológicas conectadas via rede NBIoT. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Abrint vê desequilíbrio em favor das grandes operadoras na minuta do novo RGC
Próximos Fusão no mercado de TI: brasiliense Memora adquire a carioca ORAEX