TIM, Ericsson e Qualcomm testam o 5G SA com carrie aggregation


5g-conexao-crédito:freepick
TIM faz testes com stand alone. Crédito Freepick

A TIM Brasil, a Motorola e a Qualcomm fornecerão suporte ao recurso Ericsson Carrier Aggregation (CA) de rádio 5G entre as bandas FDD e TDD no modo Standalone. A TIM estabeleceu conexão de dados 5G NR CA SA em sua rede comercial associada à sua rede experimental em 3,5 GHz.

Com isso, agregou  espectro não contíguo nas bandas de 700 MHz e 3,5 GHz. A agregação contou com licença temporária de uso de espectro fornecida pela Anatel. Após o processo licitatório da frequência de 5G pela agência estar finalizado, a TIM poderá ativar o recurso.

Os testes registraram aumento da cobertura da banda C agregada em relação a sem agregação. O 5G CA também permitiu o alcance de taxas de dados acima de 1,1 Gbps.

A agregação de portadoras 5G sub-6 GHz dá às operadoras a possibilidade de aumentar o desempenho do 5G usando seus diversos ativos de espectro. Isso permite melhorar a capacidade e o desempenho da rede, à medida que o 5G CA expande a cobertura das bandas sub-6 GHz TDD. A agregação 5G CA também ajuda a melhorar as velocidades 5G e a confiabilidade em condições de rádio desafiadoras.

(Com assessoria de imprensa)

 

Anterior Leilão promovido pela FCC para a faixa de 3,45 GHz conta com 33 participantes
Próximos Coalizão de entidades recorre à PGR para paralisar leilão do 5G