Telesat fará conexão no espaço para a NASA


Imagine uma era que as comunicações espaciais entre foguetes, astronautas, estações em órbita aconteçam entre si, e com a Terra, mas sejam todas operadas por empresas privadas. Esse é o projeto que vem sendo desenvolvido pela NASA, a agência espacial dos Estados Unidos, que decidiu estudar a viabilidade de trocar os sistemas próprios de comunicação espaço-espaço pelo de empresas. Neste projeto, a NASA escolheu a Telesat para demonstrar se a constelação Lightspeed pode conectar missões espaciais.

PUBLICIDADE

Batizado de Projeto de Serviços de Comunicação (CSP), a Nasa quer desativar nos próximos anos o seu sistema próprio de Satélite de Rastreamento e Retransmissão de Dados (TDRS). O CSP é uma espécie de sondagem, que vai dizer se é viável recorrer a redes comerciais de satélites de comunicação para o suporte das missões tripuladas ou não.

A canadense Telesat, através de sua unidade de atendimento a governos, a Telesat Government Solutions, vai receber US$ 30,65 milhões da NASA para demonstrar suas capacidade de conectar missões espaciais próximas à Terra.

Pelo acordo, a Telesat vai mostrar na prática um pouco da capacidade de conectividade espaço-espaço da constelação de satélites de baixa órbita Lightspeed. Pretende ainda fazer uma parceria com a Planet Labs PBC para desenvolver um terminal radiofrequência baseado no espaço, hospedado em dois artefatos de observação da Terra.

A empresa vai colocar um terminal em órbita para demonstrar o funcionamento da transmissão de banda Ka entre ele e os satélites operados pela Telesat a uma altitude mais elevada. A demonstração também prevê conectividade para retransmissão de sinal entre os satélites de baixa órbita (LEO) com enlaces ópticos antes de efetuar a transmissão dos dados para centros de operações da NASA.

PUBLICIDADE
Anterior ClearSale anuncia Alexandre Mafra como CFO
Próximos Terra Fibra, franquia de banda larga da Vivo, chega a Aguaí