Telefónica pode abrir o capital da subsidiária mexicana


Em um evento para o setor financeiro realizado hoje, 11, na Espanha, o CFO do grupo Telefónica, Angel Vilá, afirmou que a empresa pensa em abrir o capital de sua subsidiária mexicana. O executivo ressaltou que a companhia fez, e continua a fazer, investimentos de longo prazo no país latino-americano, e que a operação local cresce consistentemente.

“Estamos no México há tanto tempo, investimos ali tanto dinheiro, que agora estamos começando a decolar e a fazer dinheiro. Seria estranho sair agora”, falou o executivo após ser questionado sobre os resultados apresentados no país. Ele completou: “É um negócio crescente que poderia gerar uma oferta pública inicial atraente”.

Ontem a empresa recebeu multa de cerca de US$ 25 milhões das autoridades do México por problemas de qualidade em chamadas telefônicas. A empresa tem cerca de 20% do mercado local, contra 70% da empresa dominante, a América Móvil – também multada por motiv semelhante em cerca de US$ 100 milhões.

O CFO da Telefónica também tentou tranquilizar os investidores, afirmando que acredita na venda da unidade britânica, a O2, para o grupo Hutchison Whampoa, apesar do aperto regulatório em relação à consolidação que vem acontecendo na Europa. “Estamos otimistas, pois a Hutchison tem experiência em negociar acordos com a Comissão Europeia”, falou, de acordo com a agência de notícias Reuters. (Com agências internacionais)

Anterior Algar Telecom amplia rede 3G em cidades de MG e SP
Próximos Facebook bloqueou sete conteúdos no Brasil no primeiro semestre