Telefónica e Pente se unem em serviço de nuvem 5G


Telefónica

A Telefónica espanhola continua investindo em parcerias para ofertas de 5G para a indústria ou redes privadas. Desta vez a companhia se junta à Pente Networks em um projeto para, segundo as parceiras, simplificar a transformação 5G Edge para empresas.

PUBLICIDADE

As duas armam um projeto para a transformação avançada da indústria por meio de um serviço gerenciado de nuvem 5G, tendo como base uma solução da Pente.

Fundada em 2016, com sede em Israel e escritórios nos EUA, a Pente é desenvolvedora de uma plataforma móvel empresarial tida como revolucionária para ambientes 4G/5G privados, e trabalha em um serviço de nuvem 5G gerenciado para permitir casos de uso de transformação avançada para empresas.

O serviço segue uma abordagem “cloud-first” para criar um serviço de nuvem 5G que aproveita todo o potencial da nuvem para automatizar a entrega, as operações e a integração com novas soluções de transformação de negócios. O resultado é um produto convergente mais escalável que reduz o tempo de entrega de semanas para apenas algumas horas.

Modelo operacional

A Telefónica desenvolveu uma plataforma que utiliza portagens CI/CD para automatizar a integração dos diferentes componentes do serviço, incluindo a rede core Pente. Essa plataforma permite a geração de um modelo operacional que maximiza a automação nos testes, implantação e operação de aplicativos na plataforma.

Segundo a empresa, a Pente oferece um complemento perfeito para sua abordagem “API First”, que fornece integração programática entre o núcleo da Pente e a plataforma da Telefónica para controle do ciclo de vida e integração com serviços superiores.

As atividades abrangem a implantação do Pente Core em uma infraestrutura hiperescaladora, integração com a plataforma Telefónica e automação de serviços de ponta a ponta. Os primeiros PoCs de clientes começarão este ano.

Conectividade

A Telefónica diz que está combinando a conectividade 5G com uma nova geração de plataformas Hyperscaler que podem ser implantadas nas instalações do cliente ou no Edge como uma solução pronta para uso. Isso significa, segundo a empresa, que os clientes corporativos podem acessar toda a gama de serviços e aproveitar a nuvem para criar, gerenciar e dimensionar aplicativos locais.

“O 5G e o Edge estão trazendo a próxima onda de transformação, da mesma forma que a banda larga móvel e a nuvem trouxeram a anterior, há alguns anos. A Telefónica está bem posicionada para criar serviços que combinam conectividade 5G e cloud edge com soluções de transformação de negócios”, diz David del Val, CEO da Telefónica I+D.

“Usando princípios nativos da nuvem, transformamos a maneira como entregamos serviços para gerar serviços prontos para uso. Agora podemos criar redes privadas conectadas a aplicativos cloud edge em horas ou dias, em vez de semanas ou meses, e gerenciá-las através de um único painel usando o console administrativo avançado da Pente, com sua experiência intuitiva e fácil de usar. que está sendo desenvolvido em conjunto com a equipe de inovação e divisão de IoT e Big Data da Telefónica Tech”, explica del Val.

“Isso nos permitirá alcançar mais segmentos de clientes e indústrias nos próximos anos”, conclui.

Sequência

A parceria com a Pente integra uma sequência de parcerias da Telefónica para diversificar suas fontes de receita. Em fevereiro deste ano, a empresa ampliou acordo estratégico com a Microsoft. Na semana passada, criou empresa de painéis solares junto com a Repsol.

PUBLICIDADE
Anterior Senacon suspende por cautelar exibição de filme por OTTs
Próximos Governo altera metas da transformação digital em órgãos públicos