Telefónica e ALD Automotive vão criar soluções de carros conectados na América Latina


Telefónica Tech

PUBLICIDADE

A ALD Automotive escolheu a Telefónica Tech e a Geotab para desenvolver soluções de carros conectados em 12 países da Europa e na América Latina ao longo deste ano.

A Telefónica Tech é uma subsidiária da Telefónica para serviços de IoT, blockchain, big data, cibersegurança e nuvem. Por sua vez, a Geotab foca em mobilidade conectada e IoT. As duas empresas ficaram responsáveis por fornecer à ALD soluções de gerenciamento de frotas, que incluirão plataformas de dispositivo, conectividade e telemática.

Com isso, a ALD Automotive receberá informações como localização, acelerômetro e dados da unidade eletrônica do veículo, com alta compatibilidade com marcas e modelos. Assim, a empresa poderá gerenciar de forma remota frotas de veículos em tempo real. De acordo com nota da Telefónica, os dados passarão por processos de anonimização, extrapolação e agregação, com o intuito de assegurar a privacidade dos usuários.

A operadora, em específico, fornecerá análise avançada de dados e auxilio no monitoramento dos veículos.

Por meio das plataformas, será possível rastrear a liberação de CO2 e otimizar o uso de combustível dos automóveis. A Telefónica informou que as plataformas também diminuirão acidentes de carros ao melhorar hábitos de condução de veículos. Além disso, elas viabilizarão operações de manutenção do carro pela ALD Automotive de forma proativa. 

A Telefónica Tech não é a única marca da operadora envolvida em conectividade de automóveis. Ontem, 26,  a subsidiária da Telefónica no Brasil, a Vivo, anunciou que irá ser responsável pela conectividade dos modelos HB20 2022, da Hyundai. A operadora fornecerá a conexão de dados do serviço Bluelink, que traz informações sobre trânsito, locais de abastecimento de combustível e atualizações de estacionamento em tempo real para o painel multimídia dos veículos. (Com assessoria de imprensa)

Anterior Dona da TIM inicia instalação comercial de OpenRAN na Itália
Próximos Para Conselho Empresarial Brasil-China, escolha da tecnologia 5G deve ser técnica