Telefônica antecipa posse de Navarro como presidente


Eduardo_Navarro_telefonicaO Conselho de Administração da Telefônica Brasil votou e aprovou ontem tornar Eduardo Navarro CEO e presidente da companhia antes de janeiro de 2017. A data foi divulgada em outubro como a estreia do executivo no cargo, no lugar de Amos Genish, que comandava a empresa desde a aquisição da GVT, em 2015.

De acordo com a empresa, foi possível acelerar a transição devido à proximidade do trabalho dos executivos. “O processo de transição ocorreu de forma rápida e efetiva, permitindo que a transição fosse concluída ainda em novembro”, diz a empresa.

Navarro reiterou o que disse em outras ocasiões, de que o plano é manter intacta a estratégia da empresa definida para os próximos anos. “A estratégia e o plano de ação definidos para a empresa nos últimos dois anos vão nos permitir continuar entregando resultados sólidos em crescimento de receita, geração de caixa, sinergias, eficiências e satisfação dos clientes”, disse, em nota. Ele também se compromete a “fortalecer as redes de alta velocidade e acelerar a transformação digital” da operadora.

PUBLICIDADE

Genish não deixa completamente, porém, a Telefônica. Ele permanecerá como membro do Conselho de Administração. Sua gestão foi elogiada José María Álvarez-Pallete, presidente e CEO da Telefónica, o grupo espanhol controlador da operadora brasileira. Segundo ele, Genish foi responsável por capturar sinergias na fusão com a GVT acima do planejado e pela valorização da Telefônica na bolsa de valores nos últimos dois anos.

Navarro é formado em Engenharia Metalúrgica pela Universidade Federal de Minas Gerais e é ex-Chief Commercial Digital Officer da Telefónica. Ingressou na tele em 1999. Foi Vice-presidente de Estratégia Corporativa e Assuntos Regulatórios da Telefonica Brasil e Diretor de Planejamento Estratégico e Assuntos Regulatórios para a Telefónica Internacional. Antes de sua função atual, era Diretor de Estratégia e Alianças para o Grupo Telefónica.

Anterior Consumo de 500 MB no celular sai por US$ 7,40 no pré-pago, diz sindicato
Próximos Algar inicia operação de LTE em 700 MHz em duas cidades