Telecom Italia mantém investimentos no Brasil


Após dois dias de reuniões, o conselho de administração da Telecom Italia, que no Brasil controla a TIM, definiu a estratégia para sua atuação na América do Sul. No Brasil, os executivos decidiram manter o plano de investimentos, da ordem de R$ 14 bilhões, até o final de 2017.

O conselho reconheceu que os dilemas macroeconômicos enfrentados pelo Brasil podem se refletir nos resultados da operação local, especialmente a desvalorização do real frente ao dólar, de 47% desde janeiro. A companhia reiterou a visão de que o país é estratégico dentro do grupo, e diz ter como meta a “consolidação da presença de longo prazo”.

PUBLICIDADE

Argentina e Inwit
Além do Brasil, a operação no país vizinho e da empresa de infraestrutura italiana Inwit, controlada pela Telecom Italia, estiveram na pauta. O conselho decidiu manter também, na Argentia, a execução de um plano de investimentos de 5,5 bilhões de pesos argentinos até o final do ano – equivalente a US$ 585 milhões, ou R$ 2,3 bilhões. O investimento terá como meta fortalecer a infraestrutura de rede móvel, até que a venda ao grupo Fintech seja concluída. A venda depende de aprovação das autoridades locais.

Os executivos também autorizaram Patuano a buscar maneiras para alavancar a subsidiária Inwit, empresa que opera infraestrutura de telefonia móvel na Italia. Neste ano, a Telecom Italia fez um IPO, vendendo 40% das ações da empresa. Mas rumores de que poderia haver uma venda completa continuam a circular no mercado. “O conselho também deu aval para que o CEO Marco Patuano explore oportunidades em potencial para alavancar a subsidiária Inwit”, se limita a descrever em nota ao mercado publicada a companhia italiana.

Anterior 73% das mulheres do planeta sofreram ou sofrem alguma violência online
Próximos Leonardo Morais: neutralidade da rede e inovação