Telecom Italia inicia refinanciamento da dívida


Controladora da TIM Brasil vai recomprar títulos com vencimento entre 2015 e 2017. Para isso, venderá novos títulos dentro do programa de emissão de 20 bilhões de euros. Detentor dos papéis que vencem no período poderá trocar pelos novos títulos, mas a Companhia vai condicionar a troca à venda completa da nova emissão.

A Telecom Italia comunicou nesta segunda-feira (12) ao mercado que pretende refinanciar sua dívida com a emissão de novos títulos e recompra de antigos. A emissão faz parte de programa em andamento, que prevê lançamento de papeis no total de 20 bilhões de euros. A companhia não disse quando os novos papéis serão colocados no mercado, mas avisou que vai usar o dinheiro para pagar, já, notas que vencem neste ano, em 2016 e em 2017.

Na prática, a empresa busca alongar dívidas de curto prazo, trocando o valor 3,35 bilhões de euros por dívidas com vencimento no médio prazo. Os detentores de títulos que vencem este ano, no valor total de 577 milhões de euros, vão receber 101,65% sobre o valor nominal. Quem possuir bônus de 2016 e 2017 poderá trocá-los antecipadamente pelo valor de face do dia 21 de janeiro.

A companhia afirma que os possuidores destes bônus poderão optar pela troca pelos novos títulos que serão emitidos. A Telecom Italia ressalta, porém, que pode não comprar antecipadamente a totalidade dos títulos que estão para vencer. A condição fundamental para a recompra ou troca é o sucesso na emissão dos bônus de médio prazo.

PUBLICIDADE

Os bancos BNP Paribas, Crédit Agricole e Société Générale são os encarregados de realizar a recompra. No balanço preliminar divulgado pela companhia em setembro, o endividamento líquido registra 26,5 bilhões de euros.

[Atualização 17h30] A empresa também comunicou, no final da tarde desta segunda-feira, a emissão bem-sucedida de bônus no valor total de 1 bilhão de euros. Os títulos terão validade de 8 anos e pagarão 3,33% de juros ao ano. Segundo a companhia, é a menor taxa de juros já praticada em suas emissões. Em média, o custo da dívida da TI está em 5,4%.

Anterior Site português diz que Oi vai demitir 170 em Portugal
Próximos TV paga cresce apenas 0,79% em novembro de 2014