Telecom Italia encerra 1º trimestre com prejuízo de € 194 milhões


Telecom Italia

A Telecom Italia, dona da TIM Brasil, divulgou hoje, 19, os resultados do primeiro trimestre de 2021. Os números mostram que o desempenho da subsidiária brasileira foi responsável pela estabilidade das receitas da holding, que faturou € 3,75 bilhões no primeiro trimestre deste ano, exatamente o mesmo que um ano antes.

PUBLICIDADE

Na TIM Itália, houve queda de receita de 0,6%, para € 3,1 bilhões. No Brasil, alta de 3%, para € 658 milhões. A receita com serviços na Itália caiu ainda mais, 3,9% na comparação ano a ano. Enquanto no Brasil a alta foi de 3,3%.

Apesar de sustentar a receita, o grupo não manteve o mesmo nível de lucro. Registrou EBITDA (lucro antes de impostos, depreciações e amortizações) de € 1,57 bilhão, 1,3% menor que no primeiro trimestre de 2020. Mais uma vez, houve diferença entre os resultados na Itália e no Brasil. Lá, o EBITDA caiu 2,6%. Aqui, subiu 4,8%, já considerando-se a conversão cambial.

Em termos líquidos, o grupo teve prejuízo de € 194 milhões em função da alta de custos com recursos humanos (salto de 45%) resultante do provisionamento de aposentadorias e desligamento voluntário de 1,3 mil funcionários na segunda metade deste ano. Sem os efeitos não-recorrentes, a empresa teria lucro de € 94 milhões.

A empresa também ampliou investimentos no período. O Capex do começo deste ano ficou em € 691 milhões, 26,8% superior ao de um ano antes. No Brasil, o investimento somou o equivalente a € 201 milhões, o que significou um salto de 46,5% ano a ano.

Apesar da estabilidade da receita, a companhia foi capaz de reduzir o endividamento em 20,9% ano contra ano. Terminou março com dívida líquida de € 21,15 bilhões.

Anterior Qualcomm apresenta designs de referência para modems 5G destinados a PCs e CPEs
Próximos Nokia fornecerá equipamentos para implantação comercial da 5G na Suécia