Telecom Italia confirma saída de Cattaneo. Amos deve assumir.


Data: 14/10/2016 Editoria: Empresas Reporter: Ivone Santana Local: Rio de Janeiro, RJ Pauta: Entrevista exclusiva com o novo CEO da Telecom Italia Setor: Telfonia Personagem: Flavio Cattaneo, CEO da Telecom Italia, fotografado no hall de espera da Tim Tags: Azul, celular, italiano, Fotos: Leo Pinheiro/Valor
Flavio Cattaneo, ex-CEO da Telecom Italia (Foto: Leo Pinheiro/Divulgação)

A Telecom Italia confirmou na manhã desta segunda-feira, 24, a saída do CEO Flavio Cattaneo. O executivo enfrentava resistência da Vivendi, maior investidora individual da operadora italiana, e também do governo da Itália.

Segundo o comunicado oficial, Cattaneo sai após uma “terminação consensual” do contrato. A Telecom Italia afirmou que o executivo cumpriu um importante papel no grupo. Realizou um turnaround operacional, reduziu custos, reorganizou processos.

“Um turnaround que fez a empresa crescer em clientes e receita mais do que já foi registrado em qualquer dos últimos dez anos”, afirma a nota. A companhia italiana afirma que dará seguimento ao projeto de Cattaneo, de cobrir 70% do país com fibra óptica.

PUBLICIDADE

O acordo com Cattaneo prevê o pagamento de uma rescisão de € 22,9 milhões (cerca de R$ 83 milhões). O executivo ganhará, ainda, outros € 2,1 milhões para não assumir qualquer cargo em empresa do setor na Itália ou no Brasil até agosto de 2018.

Quem assume?

A nota não entra nos detalhes da transição executiva. Agências internacionais informam que já é dado como certo que Amos Genish, ex-CEO da Telefônica Brasil, assuma o papel de comando da companhia italiana.

Anterior TIM ativa tecnologia de voz sobre LTE em Brasília
Próximos TV perde 136.787 assinantes em maio