Telecom deve perder R$ 434 milhões da receita neste ano, prevê BTG


As operadoras de telecomunicações brasileiras listadas na bolsa devem perder receita neste ano. Relatório publicado pelo banco BTG indica que as receitas de 2020 ficarão R$ 434 milhões abaixo das registradas em 2019. Para 2021, há perspectiva de retomada, com expansão das receitas em R$ 367 milhões. Ainda assim, o número do ano que vem será inferior em R$ 67 milhões se comparado a 2019, quando não houve pandemia de Covid-19.

O setor de telecom, apesar de ter algum encolhimento, não será que terá pior desempenho relacionado à crise. Outras áreas, como a bancária, financeira e aérea vão encolher muito mais em 2020. Os bancos, por exemplo, devem perder R$ 24,9 bilhões das receitas. Já as aéreas, R$ 4,9 bilhões.

PUBLICIDADE

As operadoras só não se saem melhor do que empresas de infraestrutura, software e saúde. As companhias de infraestrutura devem faturar R$ 283 milhões a mais neste ano. As desenvolvedoras de software terão aumento de R$ 57 milhões nas receitas em 2020, e de R$ 176 milhões em 2021. Enquanto as de saúde terão retração de R$ 96 milhões.

O banco trabalha com perspectiva de queda do PIB em 5% neste ano, e crescimento de 3%, conforme a última projeção, de agosto. Os dados são revistos a cada três meses. O relatório é assinado pelos analistas Osni Carfi e Carlos Sequeira.

Anterior Claro: Fust sem atender sua finalidade não deve existir
Próximos Accept passa a se chamar Positivo Servers