Telebras amplia prejuízo em 2015


O alcance do backbone óptico da Telebras ao final de 2015
O alcance do backbone óptico da Telebras ao final de 2015

A Telebras divulgou hoje, 23, o balanço financeiro para todo o ano de 2015. A estatal amargou prejuízo de R$ 235,6 milhões no ano que passou, dobrando a perda que já havia sido registrada em 2014, de R$ 117 milhões. Em compensação, a companhia conseguiu também mais que dobrar a receita operacional, que passou para R$ 62,86 milhões (ante R$ 33,4 milhões no ano retrasado).

A empresa justificou o resultado negativo no ano com o aumento das despesas comerciais em 44,1%, das depesas financeiras líquidas em 5,3%, e queda de 84,5% no resultado da equivalência patrimonial.

A companhia destaca que tinha autorização para investir R$ 908 milhões em 2015, mas apenas gastou 65,8% desse montante. Com o PNBL, gastou R$ 31,2 milhões. Já R$ 559 milhões foram para o SGDC, o satélite geostacionários previsto para entrar em funcionamento em 2017. Ampliações e novas implantações de Estações de Backbone e de Estações de Atendimento (EA), e 21 redes metropolitanas previstas para 2015, tiveram o orçamento contingenciado pelo Governo Federal. Tudo isso foi reprogramado para 2016.

No balanço financeiro, a Telebras comemora a evolução dos contratos assinados. Informa que 2015 encerrou com 485 contratos comerciais e aditivos assinados e mais de 134 Gbps de banda ativada. “Isso representou um acréscimo de banda de cerca de 340% quando comparado ao ano de 2014, sendo possível notar que o valor de faturamento pelos serviços prestados foi duplicado no referido ano”, informa.

O cabo submarino da companhia, construído em parceria com a espanhola Islalink, ainda não começou a ser construído. A empresa diz que terminou o ano com a RFP aberta para a seleção dos fornecedores. O resultado deve sair ainda neste semestre.

A estatal informou ainda que vai incorporar neste ano a Telebras Copa, subsidiária criada para o evento esportivo realizado em 2014. A fusão ainda será votada em assembleia de acionistas em data a ser definida, e já obteve aval do conselho de administração em reunião ontem, 22.

Anterior Dilma visita o centro de controle do satélite brasileiro Telebras
Próximos Minicom chama para o conselho consultivo