TCU quer saber onde estão R$ 10,5 bi de patrimônio da Oi


abstrata 29

O Acórdão do Tribunal de Contas da União (TCU) sobre bens reversíveis manda a Anatel apurar também o que teria acontecido com R$ 10,5 bilhões de redução de valor no patrimônio da Oi S.A na relação que a empresa enviou para a agência entre os anos de 2011 e 2013.

PUBLICIDADE

Segundo o tribunal, essa relação de bens com valores menores foi fornecida pela própria empresa e deveria ter sido fiscalizada pela agência reguladora o motivo de tão grande queda de ativos. “A Agência deverá providenciar o porquê da diferença estabelecida”, determinou o tribunal.

 

PUBLICIDADE
Anterior TCU define o que é bem reversível e manda Anatel somar tudo o que já foi vendido desde 2007
Próximos Globosat vai transmitir abertura, jogos de futebol e basquete em 4K nas Olimpíadas