Tarifa de telefonia fixa tem reajuste menor que 1%. Exatos 0,65%


A Anatel autorizou hoje (10/04) o reajuste da cesta tarifária da telefonia fixa, no valor médio de 0,65% para as tarifas de assinatura básica, habilitação e ligações de longa distância. O reajuste contempla as operadoras Telefônia, Oi, Sercomtel, CTBC e Embratel. Reajuste maior para a CTBC, de 0,95%, pois tem um período maior no cálculo da inflação, de 14 meses.

A Anatel autorizou hoje ( 9/04)  o reajuste da cesta tarifária da telefonia fixa, no valor médio de 0,65% para as tarifas de assinatura básica, habilitação, minuto e ligações de longa distância. O reajuste contempla as operadoras Telefônia, Oi, Sercomtel, CTBC e Embratel. Reajuste maior para a CTBC 0,95%, pois foi considerado um período maior para o cálculo inflacionário, de 14 meses.

Conforme o conselheiro Igor de Freitas, o período do reajuste, que é de 13 meses, abarca os meses de outubro de 2012 a novembro de 2013.

PUBLICIDADE

Neste período, o IST foi de 5,42% e o Fator X, índice de produtividade repassado para ganho dos  usuários, foi de 4,52%. Embora a média de reajuste máximo seja igual para as principais operadoras, há variação nos preços em cada estado e por cesta de serviços, pois algumas empresas preferem aumentar os valores na assinatura básica e outras preferem aumentar os valores no minuto.

A Anatel não informou quando começam a ser praticados os novos valores, mas deverá ocorrer dentro de dois dias, pois as empresas precisam publicar em jornais de grande circulação os novos valores tarifários.

PUBLICIDADE
Anterior Cade aprova parceria entre TIM, CEF e Mastercard na área de mpayment
Próximos Investimento das operadoras chega a R$ 26,5 bilhões em 2013