Notícias com o tag

tvro


Operadoras vão entregar a representantes do governo e à Anatel estudo econômico que indica custos até 7,8 vezes maiores da alternativa de migração dos canais de TVRO para a banda Ku.

Empresa prefere, no entanto, proposta de mitigação, que prevê uso de filtros nas parabólicas capazes de evitar a interferência causada pela 5G.

Segundo Fábio Alencar, da Abrasat, os serviços profissionais de TV e corporativos vão continuar usando a banda C por pelo menos mais 20 anos.

Superintendente da Anatel, Vinícius Caram, diz que são poucas as estações terrestres da TVRO nessas cidades que podem sofrer interferência da 5G operando na faixa de 3,5 GHz.

Testes de campo terminaram nesta quarta-feira, 30. Técnicos da agência vão elaborar um aparecer sobre a viabilidade da convivência entre o funcionamento de redes celulares em 3,5 GHz e canais de TV aberta transmitidos por satélite na banda C.

Leonardo Euler de Morais enfatiza que leilão não arrecadatório não significa sem preço par ao espectro.

Além disso, o conselheiro afirma que optar pela mitigação ainda representará abrir mão de 100 MHz do espectro, para servir de banda de guarda.

Proposta é de consultoria contratada pelo Sindisat. Conselheiro Moisés Moreira, da Anatel, avisa no entanto que agência vai decidir sobre regras para a migração, e que estas não serão negociadas.

Wender Souza, assessor técnico da Abratel, argumenta que o 5G e a banda larga são serviços caros que não atendem o público-alvo das antenas parabólicas. Sustenta que a radiodifusão concorda em destinar para telecom em torno de 35% da sobra do leilão da 4G ao programa Amazônia Conectada.

Para as emissoras comerciais de TV, os atuais canais de TVROs (TV aberta por parabólica) que ocupam hoje a banda C do satélite devem todos migrar para a banda Ku, pois alegam que em pouco tempo “não haverá mais espaço para a TVRO na Banda C” e argumentam que a instalação de filtros na atuais antenas parabólicas para impedir a interferência da 5G seria “desperdício de recursos públicos”.