Notícias com o tag

tvro


Com estratégias diferentes, ISPs acreditam no 5G para ofertar planos de dados com preços mais baixos que os de fibra óptica. Um Telecom quer explorar o serviço de FWA, enquanto a Brisanet aposta em planos móveis e propõe que provedores digam por onde a limpeza da banda C começa no interior.

Conselheiro terá de apontar soluções para o Conselho Diretor da Anatel apreciar quanto à interferência dos serviços móveis sobre TV aberta por satélite e quanto à quantidade de espectro em 3,5 GHz que será vendida. Se disponibilizar 400 MHz na faixa, a Anatel deverá escolher como ressarcir operadoras de satélites.

Custos ainda serão levantados pela agência, no entanto. Apesar da convivência possível, técnicos apontam ressalvas, como a necessidade de trocar também os discos, cabos e, eventualmente, decodificadores dos usuários.

Segundo o CEO, Lincoln Oliveira, a operadora pretende disputar o leilão de frequência do 5G e depois compartilhar o espectro com outros ISPs, para atingir esse municípios.

A Anatel poderá destinar 100 MHz da faixa entre 3,7 a 3,8 GHz para que as diferentes verticais da indústria possam construir suas próprias redes de 5G com a licença de SLP (Serviços Limitados Privados). Segundo o gerente de espectro, Agostinho Linhares, essa faixa não entrará no leilão da 5G.

Para as operadoras, Anatel deverá estabelecer especificações técnicas para os LNBFs com base no modelo viável, o que ampliará o leque de produtores.

Operadoras vão entregar a representantes do governo e à Anatel estudo econômico que indica custos até 7,8 vezes maiores da alternativa de migração dos canais de TVRO para a banda Ku.

Empresa prefere, no entanto, proposta de mitigação, que prevê uso de filtros nas parabólicas capazes de evitar a interferência causada pela 5G.

Segundo Fábio Alencar, da Abrasat, os serviços profissionais de TV e corporativos vão continuar usando a banda C por pelo menos mais 20 anos.

Superintendente da Anatel, Vinícius Caram, diz que são poucas as estações terrestres da TVRO nessas cidades que podem sofrer interferência da 5G operando na faixa de 3,5 GHz.