Notícias com o tag

tvro


Grupo da Anatel responsável pela limpeza da faixa de 3,5 GHz iniciou chamamento público em dezembro. Anatel quer saber também quantos canais de TV aberta que não utilizam satélite querem entrar no segmento

Gaispi: instalado o grupo que vai acompanhar o cumprimento das obrigações do leilão 5G

Anatel instala o Gaispi, responsável por fiscalizar a aplicação de R$ 3,5 bilhões na limpeza da faixa de 3,5 GHz, orientar a migração de canais de TVRO para a banda Ku, e acompanhar a implantação do Norte Conectado e da Rede Privativa do governo federal.

A migração da banda C para a banda Ku não cria uma nova televisão, a tal inexistente “televisão por satélite”, e muito menos altera a condição da geração e recepção gratuita do sinal pelos brasileiros. 

Liberação antecipada da frequência de 3,5 GHz foi recomendada pelo TCU, de forma semelhante a voto apresentado por Leonardo de Morais no passado. Mas deve ser alvo de embate no Conselho Diretor da Anatel.

Leilão 5G já mexe com planos de negócios da Sky. Para CEO da operadora, uma parte dos 15 a 20 milhões de pessoas que hoje usam parabólicas pode se tornar assinante de TV paga ao migrar para decodificadores de banda Ku

O Tribunal de Contas da União (TCU) realizará no dias 9 e 10 de abril Seminário fechado sobre o 5G. Diversas entidades e integrantes do governo estarão presentes apresentando suas ponderações sobre a proposta de edital do 5G da Anatel. E o segmento satelital será um deles.

TV-jornalismo-noticia-crédito: Freepick

A Anatel estima que as operadoras de celular que comprarem a faixa de 3,5 GHz terão que gastar a enorme quantia de R$ 2,5 bilhões para distribuir e instalar as novas antenas que substituirão as TVs por parabólica, com a migração de todos os canais para a banda Ku do satélite, pleito dos radiodifusores referendado pelo edital.

A Winity ofereceu ágio de 850% bem acima das obrigações previstas. Crédito: Freepick

Apesar de reconhecer que os custos são mais altos do que se a agência optasse pela mitigação da interferência, como queriam as teles, o conselheiro Carlos Baigorri, diz que as vantagens técnicas da decisão são mais vantajosas.

Para o Conselheiro, compensação geral garantirá a continuidade de serviços profissionais prestados a clientes locais. Ele sugere ainda a criação de duas entidades para administrar a limpeza da Banda C estendida devido à migração dos canais de TVRO para a banda Ku.

Crédito: Freepik

Com a pressão do governo para antecipar o leilão da 5G para a atração de novos investimentos, o conselho da Anatel tenta “amarrar” um consenso sobre a proposta. Mas já há a convicção de que serão leiloados 400 MHz da faixa de 3,5 GHz, o que inclui a frequência da TV aberta via satélite.