Notícias com o tag

tvro


Leonardo Euler de Morais enfatiza que leilão não arrecadatório não significa sem preço par ao espectro.

Além disso, o conselheiro afirma que optar pela mitigação ainda representará abrir mão de 100 MHz do espectro, para servir de banda de guarda.

Proposta é de consultoria contratada pelo Sindisat. Conselheiro Moisés Moreira, da Anatel, avisa no entanto que agência vai decidir sobre regras para a migração, e que estas não serão negociadas.

Wender Souza, assessor técnico da Abratel, argumenta que o 5G e a banda larga são serviços caros que não atendem o público-alvo das antenas parabólicas. Sustenta que a radiodifusão concorda em destinar para telecom em torno de 35% da sobra do leilão da 4G ao programa Amazônia Conectada.

Para as emissoras comerciais de TV, os atuais canais de TVROs (TV aberta por parabólica) que ocupam hoje a banda C do satélite devem todos migrar para a banda Ku, pois alegam que em pouco tempo “não haverá mais espaço para a TVRO na Banda C” e argumentam que a instalação de filtros na atuais antenas parabólicas para impedir a interferência da 5G seria “desperdício de recursos públicos”.

Presidente da companhia diz que regras do leilão devem exigir uso do espectro pelo comprador e que solução para interferência da 5G na TVRO só pode ser o uso de filtros.

A entidade vai contratar consultoria para estudar as duas alternativas que estão na mesa: a instalação de filtros nas antenas da TV por parabólica ou a migração dos canais de TV para a banda Ku do satélite.

Wilson Cardoso, CSO da Nokia para a América Latina, diz que resultados serão apresentados à Anatel e à sociedade.

Presidente da agência disse que, sem LNBF eficiente, terá que adotar alternativa mais cara no edital das frequências da nova tecnologia, previsto para o 1º semestre de 2021

Três novos equipamentos serão testados pelo SindiTelebrasil e CPQD até o dia 10 de julho. Em seguida uma nova rodada de testes laboratoriais até o dia 17 de julho, quando então a Anatel irá decidir sobre os testes de campo.