Notícias com o tag

telecom itália


170 mil clientes da Noverca poderão ir para a operadora italiana. TIM pagará 3,9 milhões de euros.

O conselho diretor deu hoje anuência prévia para a cisão da Telco. Com o fim desta holding que controlava a Telecom Italia, a Telefónica passa a ser a maior controladora individual da TI, com 14,7%. Devido a esta nova posição do grupo espanhol na controladora da TIM Brasil, a Anatel decidiu aprovar esta mudança desde que a operadora espanhola não exerça mais nenhum direito de voto e de veto na italiana e venda toda a sua participação em 18 meses.

A TIM pede que o órgão antitruste não se atenha ao método tradicional de análise antitruste de sobreposições horizontais ou integração vertical dos negócios, nem apenas aos mercados relevantes de varejo em que Telefônica e GVT atuam, mas aos “possíveis efeitos que a consolidação de dois grandes grupos verticalizados trará para a competitividade e o bem estar no setor”, podendo levar ao abuso de posição dominante.

A agência reguladora italiana decidiu cortar retroativamente – pelos anos de 2010 a 2012- as tarifas de unbundling cobradas pela TI

banda larga06

O CEO da empresa, Marco Patuano, afirmou que as negociações são para a aquisição integral ou parcial da empresa de rede de fibra óptica.

A suposta oferta de US$ 15 bilhões em estudo pela Claro, Oi e Telefonica Vivo pela Tim Brasil é pelo menos 66% menor do que o preço considerado justo pela Telecom Italia, que avaliou a operadora brasileira em pelo menos US$ 25 bilhões, incluindo as dívidas.

Empresa afirma desconhecer negociações para ofertar US$ 15 bilhões pela subsidiária da Telecom Italia.

CEO da Telecom Argentina seria responsável pela operação, que poderia resultar em venda do negócio.

Conforme a agência de notícias Ansa, o Conselho de Administração da Telecom Italia indicou o CEO Marco Patuano para avaliar uma parceria com a Oi. A reunião extraordinária do conselho, convocada para discutir o Brasil, durou cerca de cinco horas. O presidente da empresa italiana defende a fusão das duas operadoras no Brasil principalmente porque vê uma importante sinergia de custos, entre R$ 7 a R$ 11 bilhões. A Oi é a maior operadora de telefonia fixa, a quarta em celular e segunda em banda larga fixa. Já a Oi é a segunda em celular no Brasil.

O Conselho de Administração da Telecom Italia, que está reunido hoje para debater a estratégia da empresa para o mercado brasileiro (especula-se a fusão com a Oi ou a venda da TIM) poderá deliberar sobre a venda das torres da TIM, pelo valor de 900 milhões de euros (US$ 1,1 bilhão) ou ( R$ 2,75 bilhões).