Notícias com o tag

pl 2630


Página do Google com manifesto contra o PL das Fake News - divulgação

Plataforma, que faturou liberando a circulação de notícias falsas, disse que o projeto a obrigará a financiar fake news; ação gerou protestos da Associação Nacional de Jornais e de Orlando Silva, parlamentar à frente do projeto

Crédito: Freepik

Em novo manifesto sobre a questão, plataforma diz que “este projeto de lei pode resultar em menos dinheiro para os criadores brasileiros e mais desinformação sendo gerada”

Crédito: Freepik

Relatório final do deputado Orlando Silva sobre o PL das Fake News (PL 2630) desagradou a Coalizão Direitos na Rede, e fez a entidade se manifestar nas redes sociais na tarde desta quinta, 31. Órgão diz que a flexibilização só privilegia as grandes corporações

Coalizão com representantes da radiodifusão, jornais, revistas e agências de publicidade afirma que big techs estão espalhando desinformação sobre o PL das Fake News

Crédito: Freepik

Lira também disse que o PL só será votado depois que todos os partidos conversarem com o relator do projeto, o deputado Orlando Silva.. Até o momento, as bancadas do MDB e PL ainda não se manifestaram sobre o texto

Crédito: Freepik

Em carta aberta assinada por seu presidente, a empresa diz ainda que o PL pode gerar menos acesso a informações relevantes e prejudicar negócios que dependem de publicidade digital

Federação Assespro vê no PL das Fakes News a imposição de barreiras ao surgimento de startups no mercado brasileiro.

Proposta é vista como risco aos direitos fundamentais de privacidade e liberdade de expressão, merecedora de muito mais debate, e capaz de estimular a adoção de regulações igualmente restritivas por outros países

Para entidade texto é desproporcional, ruma para a censura prévia, a quebra de privacidade e o monitoramento dos cidadãos, em vez de punir os verdadeiros responsáveis pela disseminação de desinformação.

Crédito: Freepik

Para entidade, Senado precisa realizar audiências públicas a fim de lapidar o texto e garantir que não viole direitos fundamentais.