Notícias com o tag

Oi móvel


Pressão de terceiros contrários à operação já era esperada, afirmou o executivo, que mantém previsão de fechamento do negócio neste ano. Ele também considera que aval à venda do controle da Fiberco virá rápido.

Executivos da América Móvil, controladora da Claro Brasil, veem potencial no produto para se tornar uma central de entretenimento doméstico

Designed by Bedneyimages / Freepik

Falta de informações detalhadas da operação, concentração maior e aumento da barreira para entrada de novo player no mercado são alguns dos argumentos apresentados contra o negócio

A TIM ficará com 2,53 MHz por acesso, enquanto a Claro terá 2,44 MHz e a Vivo, 2,18 MHz. Leonardo Capdeville, CTIO da TIM, diz que até 2023 companhia vai multiplicar por 12 a capacidade da rede móvel.

Dinheiro será usado para expansão da rede e compra de espectro. No Brasil, empresa já prevê gastos para absorver os 11 milhões de clientes que arrematou da Oi Móvel.

CFO da companhia diz que transação tem muita visibilidade, mas acredita que plano de divisão do ativo entre TIM, Claro e Vivo será aprovado com poucas ou nenhuma modificação por Anatel e Cade

A pedido da operadora, MPF junto ao Cade instaurou de processo administrativo para apurar potenciais práticas anticompetitivas ocorridas com a formação do consórcio vencedor

Para Eduardo Tude, presidente da Teleco, o consumidor saberá avaliar quem está competindo. Para Cristina Sanches, advogada do escritório Catão & Tocantins, devem ser aprovados condicionamentos e remédios em prol da competição.
Para Arthur Barrionuevo Filho, da FGV, as operadoras vão dividir a Oi Móvel de acordo com o mercado de cada uma nas regiões para evitar problemas 

Consórcio formado pelas operadoras só poderá desembolsar os recursos de R$ 16,5 bilhões daqui a um ano, após anuência da agência reguladora e do órgão do Ministério da Justiça que avalia atos capazes de representar concentração de mercado

Sem outros concorrentes, leilão deverá homologar a vitória do trio Claro, Tim e Vivo, com o valor mínimo de R$ 16,5 bilhões