Notícias com o tag

leilão 5G


Algar Telecom fica com incríveis 1.000 MHz na faixa de 26 GHz

Leia Mais

Rudinei Carlos Gerhart - CEO da APP do Brasil | Credito: Divulgação

Os operadores regionais já assumiram compromisso, inclusive com aporte de recursos, para a realização dos estudos econômicos, jurídicos e regulatórios para a formação de consórcios para disputar as licenças regionais de 3,5 GHz no leilão da Anatel.

Operadora também manifesta receios quanto à quantidade de obrigações previstas no leilão 5G. Presidente da Anatel diz que preço das frequências será justo

Idec e LCA apontam que política pública tem que ser calibrada para não onerar o consumidor final e permitir a massificação do 5G

Morais

O presidente da Anatel também afirmou em entrevista para a EBC que o país não estará atrasado no 5G se, de fato, conseguir realizar o leilão neste ano.

Neko desiste da faixa de 26 GHz. Crédito: Freepik

O uso secundário será liberado nas localidades onde não há obrigação de cobertura prevista em editais de licitações

Crédito: Freepik

A campanha da Abrint servirá para checar que todas as cidades da lista da Anatel possuem backhaul e, assim, indicar as cidades que se beneficiarão das obrigações do edital 5G

Divulgação

Operadora mineira ainda não decidiu, porém, se vai competir também por lotes nacionais de frequência. Na sua área de concessão, quer brigar por todas as faixas: 2,3 GHz, 3,5 GHz e 26 GHz.

GSMA calcula os bilhões gerados pelo 5G em banda média. Crédito: Freepick-

A minuta do edital estabelece prazo de anos antes de as operadoras serem obrigadas a oferecer ao mercado suas frequências não ocupadas, mas a Anatel afirma que o novo regulamento irá estimular que essas empresas compartilhem espectro antecipadamente, caso a caso.

Além da questão legal já apontada, de que a construção da rede privativa e da rede da Amazônia por empresa privada, para depois ser gerida por entes públicos, fere a lei de licitações, há também ausência de informação de como essas redes serão mantidas, depois de construídas.

“Pandemia não justifica atraso do leilão de 5G”, disse Francisco Soares, VP de relações governamentais Latam da Qualcomm em audiência na Câmara dos Deputados

Neko desiste da faixa de 26 GHz. Crédito: Freepik

Operadora pode usar espectro para ofertas de banda larga fixa a partir de redes 5G, enquanto à Infraco pode interessar complementar o backhaul com enlaces de alta capacidade em ondas milimétricas

Crédito: Divulgação

O TCU alega que não teria recebido o projeto com os detalhes da rede. Já se discute a ideia de serem criadas duas entidades distintas para administrar obrigações do leilão da 5G. Uma cuidaria da implantação das redes privativa e da Amazônia; e outra cuidaria da limpeza da banda C e distribuição dos kits.

Ministro Fabio Faria reiterou, em evento do TCU nesta quinta-feira, 8, pedido para que a Corte de Contas avalie o edital do 5G com rapidez

A vertical nasce com mais de 100 cursos já disponíveis - foto: divulgação

O TCU quis saber dos riscos de judicialização da banda satelital; pediu explicações sobre a destinação dos lotes regionais da faixa de 3,5 GHz justamente na banda a ser limpa; e mesmo preocupou-se com o prazo de 20 anos para a outorga da faixa de 26 GHz.

Projeto proíbe bloqueio do dinheiro do Funttel. Crédito-Freepik

As projeções da estatal indicam que, além desse volume de recursos para a implantação da rede privativa, seriam necessários mais R$ 11,688 bilhões para a manutenção dessa rede em 15 anos. O Minicom preferiu reduzir as despesas em R$ 1 bilhão a serem pagas pelas empresas de celular em quatro anos mas não explicita de quais outras fontes virão os demais recursos.

Anatel quer mais frequência para o 5G.Crédito: Freepik

Baigorri observou que a faixa de 700 MHz à venda terá obrigações de cobertura em 4G, mas nada impede que a empresa use nela a 5G, se assim o desejar.

Presidente da Agência, Leonardo Morais, disse que hoje a documentação foi repassada ao TCU. O relator do assunto na corte de contas, Raimundo Carreiro, prometeu pressa na apreciação do tema.

Para Thomas Fuchs, ISPs precisam de segurança jurídica para usar a frequência e levar conectividade a locais onde as grandes não chegam.

Anatel reavalia obrigação que determinava atender 100% das vilas e povoados com mais de 600 habitantes para caber no preço mínimo do certame. Presidente da agência, Leonardo de Morais, afirmou que 90% do custo de oportunidade do espectro será convertido em compromissos.

Crédito: Freepik

O contrato de cinco anos prevê o fornecimento de antenas MIMO massivas, radiohead macro remoto e a próxima geração de equipamentos de baseband AirScale