Notícias com o tag

leilão 5G


Algar Telecom fica com incríveis 1.000 MHz na faixa de 26 GHz

Leia Mais

Empresa representa a fabricante de equipamentos de acessos Greatek, que possui plantas industriais na Bahia e em Minas Gerais.

5g-conexao-crédito:freepick

Os espaços irão avaliar itens como compatibilidade eletromagnética, segurança elétrica e características na emissão de rádio frequência que possam ser absorvidas pelo corpo humano

A Cloud2you, de fabricante de fibra õptica levou o lote dos três estados, por R$ 405 milhões. Algar pagou ágio de 358% pelo 5G de sua região.

Início Leilão 5G - Crédito: Tele.Síntese

As três grandes operadoras levam as frequências nacionais de 5G com ágio que variou entre 5% a 30%, mas não houve oferta pela quarta licença nacional à venda, que será fatiada ainda neste leilão e vendida para as três grandes novamente.

Anatel quer mais frequência para o 5G.Crédito: Freepik

Com a operadora Winity, o fundo de privete equity ofereceu R$ 1,427 bilhão por 10 MHz na frequência de 700 MHz, a da 4G, e passa a ser novo operador de telefonia móvel no país. Highiline e Datora, que também fizeram oferta pela faixa, não fizeram contraproposta.

Hoje e sexta-feira haverá a disputa de preços pelas frequências de 700 MHz, 2,3 GHz; 3,5 GHz e 26 GHz. Na terça-feira os vencedores do certame voltam para a Anatel para apresentar as cidades que irão atender. E as empresas terão que agregar mais obrigações aos seus planos, vinculados aos preços maiores ofertados. O valor inicial previsto é que o leilão alcance R$ 50 bilhões. Deverá ser maior.

Crédito: Divulgação

Certame já é o que mais faturou no país. Ágio registrado até o momento é de 44%

Ericsson. Crédito: Divulgação

Em conversa com o Tele. Síntese, vice-presidente da Ericsson afirma que faixa precisará ser complementada para ampliar os casos de uso. E que o plano da fabricante é atender o mercado das redes privativas em parceria com as grandes operadoras.

Presidente da Comissão que organiza a licitação da Anatel ressalta que dos 15 interessados em participar do leilão, apenas cinco já operam no mercado móvel.

Com poucos interessados, os lotes de frequências do 5G que não forem arrematados poderão ser adquiridos pelas três grandes operadoras – Claro, TIM e Vivo. Deverá haver sobra nas faixas de 26 GHz, e 2,3 GHz. Mas a de 700 MHz, muitos querem.