Notícias com o tag

leilão 5G


TIM, Ericsson e Nokia apontam que retorno sobre o investimento no Brasil está longe do ideal, e que mesmo na hipótese improvável de um leilão nada arrecadatório, outros gargalos atrapalham o desenvolvimento das telecomunicações no país.

Presidente afirmou que critério econômico não pode ser o único na definição dos requisitos para a implantação da 5G no país. Disse também que recriação do Minicom tem intenção de fortalecer as comunicações do governo “como um todo”.

O executivo participou em maio da série de lives Tudo Sobre 5G, organizada pela Tele.Síntese

Gustavo Correa, do Fórum Iot, disse que, à exceção das ondas milimiétricas ( de 27 GHZ), a proposta da Anatel para as empresas que não são de telecomunicações é a ocupação de espectro licenciado sem prioridade, o que, na sua opinião, não traz segurança para os investidores.

Michelle Caldeira, executiva da operadora de satélites, participou da série de lives Tudo Sobre 5G, realizada pelo Tele.Síntese em maio

Luis Otávio Prates, presidente do Sindisat, diz que o setor estuda em conjunto a estratégia da migração da Banda C

Marcos Ferrari, do SindiTelebrasil, diz que inexistência da autoridade de dados entra na lista de questões a serem resolvidas pelo governo para que o certame seja bem sucedido. Wesley Cardia, do PPI, diz que secretaria trabalha para alinhar os interesses.

Conforme o Comitê de Uso de Espectro e Órbita, a convivência da 5G com os serviços fixos por satélite (SFF) e com a TV por parabólica irá demandar requisitos bem mais rígidos. Entre eles a implementação de banda da guarda de pelo menos 20 MHz. Com isso, a Anatel terá que refazer toda sua proposta de venda da 3,5 GHz

Para os executivos, o importante é que as regras do edital estejam bem construídas e que estimulem os investimentos nas redes de telecomunicações.

Para o presidente da Ericsson, Eduardo Ricotta, a nova lei das teles assegurou a renovação automática da banda A, e alertou que se a faixa tiver que ser devolvida, o usuário ficará sem o serviço.